SALVADOR ☼ Mágico Mar foi o grande vencedor do Braskem - Observador Independente

EM PAUTA

B2

Post Top Ad

banner gif 728x90

quinta-feira, 20 de abril de 2017

SALVADOR ☼ Mágico Mar foi o grande vencedor do Braskem

O espetáculo Mágico Mar, texto de Joyce Aglae, levou os prêmios de diretor, atriz e categoria especial
Foto Adilton Venegeroles l Ag. A TARDE


Mágico Mar foi grande vencedor da 24ª edição do Prêmio Braskem de Teatro 2016. Em cerimônia realizada, na noite desta quarta-feira, 19, na palco principal do Teatro Castro Alves, a montagem abocanhou os troféus na Categoria Especial (Maurício Pedrosa, pelo desenho de cenário do espetáculo), Atriz (Simone de Araújo) e Diretor (Rino de Carvalho). A peça focou o consumismo e a poluição ambiental (veja abaixo a lista completa dos premiados).

Já o espetáculo Rebola, que discutiu a necessidade de criação de maiores espaços para a comunidade LGBT, levou dois cobiçados troféus: o de espetáculo adulto e texto (Daniel Arcades).

Pela direção de Malva Rosa, Alisson de Sá levou o destaque na categoria Revelação. Já como a melhor produção para o público infantojuvenil, Avesso foi a opção dos jurados.

Alisson de Sá foi escolhido na categoria Revelação

Reação morna

Pariré, da Cia Operakata de Teatro, de Vitória da Conquista, venceu o prêmio de melhor espetáculo do interior. Uma das categorias mais disputadas foi a de Ator. Venceu o intérprete Igor Epifânio por Egotrip, mas a reação da plateia foi morna, aliás, como permaneceu o público na maior parte da cerimônia dirigida por Márcio Meirelles, que optou por uma instalação audiovisual. Jornal, papelão, lona de caminhão, material sintético e telões gigantes envolveram o palco.

O encenador misturou a história do TCA (a cerimônia homenageou os 50 anos da casa de espetáculos) com momentos da vida política social e cultural do país. Nos telões foram projetadas imagens emblemáticas. No final, todo o corpo técnico e costureiras subiram palco do TCA. Belo momento.

Mas a hora que o público expressou mais entusiasmo foi a emocionante homenagem aos atores Fernando Fulco e Nadja Turenkko, falecidos no ano passado. Muitos chegaram às lágrimas. A performance da cantora Manuela Rodrigues foi muito aplaudida.

Nos discursos dos vencedores houve de tudo: desde agradecimento à família do teatro até aos orixás (vários foram evocados). Atores de Avesso ressaltaram o olhar da comissão julgadora para os jovens talentos.

Vencedores

Espetáculo adulto

Rebola, que discutiu a necessidade de espaços para a comunidade LGBT

Espetáculo infanto-juvenil

Avesso, que foi livremente inspirado na animação vencedora do Oscar em 2015, Divertida Mente 

Direção

Rino de Carvalho (Mágico Mar), que foi representado por Fernando Lopes 

Ator

Igor Epifânio (Egotrip)

Atriz

Simone de Araújo (Mágico Mar)

Texto

Daniel Arcades (Rebola)

Revelação

Alisson de Sá (Malva Rosa). O ator pediu a à noiva em casamento, para delírio do público 

Categoria Especial

Maurício Pedrosa (Mágico Mar)

Espetáculo do Interior

Pariré - Cia Operakata de Teatro, de Vitória da Conquista

Publicidade

Publicidade

Post Bottom Ad

JPG 728x90