CAMAÇARI ► Cidadão acusa vereador de praticar estelionato e furto qualificado - Observador Independente

EM PAUTA

B2

Post Top Ad

banner gif 728x90

quinta-feira, 18 de maio de 2017

CAMAÇARI ► Cidadão acusa vereador de praticar estelionato e furto qualificado

O vereador Zé do Pão é acusado de estelionato e apropriação indevida de dinheiro de ex-funcionário

Atualizada às 19h15 - 18/05 ►Em telefonema para a reportagem do site, agora no início da noite, fonte que pediu para não ser identificada, revelou a repercussão do desastre que caiu sobre a cabeça do vereador Zé do Pão. triste e abalado, segundo a fonte, o vereador tenta se explicar sem, entretanto, obter sucesso na empreitada.

Agora que a sujeira começa a voar de debaixo do tapete, com a violenta quebra de decoro parlamentar que envolve o vereador, não restará muita coisa ao presidente do Legislativo Camaçariense a fazer, senão criar comissão processante - a famosa CPI - para apurar se houve ou não a quebra de decoro e a incursão do vereador no Art. 168, 171 do Código Penal, sem contar os varios artigos da Lei 8.429/92.

Até a publicação desta atualização, em um telefone que está na página da Câmara de Camaçari, não foi possível localizar o vereador para esclarecer a sua posição sobre o caso.

☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼

Na noite desta quarta-feira, 17, uma publicação do cidadão Gildeclar Queiroz Carvalho, na rede social Facebook, mexeu com os eleitores do vereador camaçariense conhecido como Zé do Pão.

Na publicação Gildeclar acusa o vereador de ter se apropriado indevidamente de R$ 28.620,00 (Vinte e oito mil e seiscentos e vinte reais) pagos pela Câmara de Vereadores do município a um ex-funcionário, demitido a pedido do próprio Zé do Pão.

Amplie a imagem para
ver melhor
 
De antemão, são estarrecedoras as acusações e se houvesse gente séria no MP local, e na câmara de vereadores, o vereador Zé do Pão poderia perder o mandato e até mesmo ser preso imediatamente. Mas esqueçam disto que não vai acontecer. 

Segundo as afirmações do cidadão, o dinheiro foi sacado no banco pela secretária de Zé do Pão - Luciana Santana - e logo em seguida depositado em sua conta pessoal. 

Um caso absolutamente estranho e que merece apuração rigorosa do MP-Ministério Publico, da policia e principalmente da Câmara de Vereadores. A existência de testemunhas, documentos, e tudo o mais que está na postagem, dão a certeza que houve realmente a prática de crime por parte do Vereador, e criminosos devem obrigatoriamente ser punidos, independente da sua posição politica e social.

Exige-se, apuração rigorosa até por que, na própria postagem o cidadão denunciante levanta dúvidas, inclusive sobre o próprio ex-funcionário demitido que supostamente sofreu a o furto e foi vítima de estelionato. Foi vítima mesmo?

“Por que Sousa aceitou sacar o dinheiro e depositar na conta do Vereador? Porque o Vereador 171 - Zé do Pão, informou que o dinheiro não era de Sousa, mas dele, de Zé do Pão.”

Na versão publicada no Facebook, são apontados indícios do cometimento de crime de responsabilidade, classificado no Decreto Lei 201/64, de corrupção ativa e passiva, classificadas no Código Penal Brasileiro, de violação da Lei de Improbidade Administrativa, Lei 8.429/92, da Lei Orgânica Municipal e, principalmente e em especial, da quebra de decoro parlamentar, o que leva à cassação do mandato do vereador.
Documento comprova o valor pago pela Câmara e coincidentemente depositado na conta do vereador

Isto tudo se durante as investigações, se houver, ficarem provadas a pratica dos ilícitos. Como nem o MP vai apurar, já que é sempre conivente com a corrupção praticada por políticos na cidade, sob o manto de que só apura alguma coisa se lhe denunciam formalmente – diagnóstico – por se tratar de vereador ligado ao atual prefeito de Camaçari, e muito menos a Câmara de Vereadores, tudo não vai passar de grita- grita no Facebook. Infelizmente.


Publicidade

Publicidade

Post Bottom Ad

JPG 728x90