FEIRA DE SANTANA: Operação cumpre mandados de prisão e busca e apreensão em bairros e dentro de presídios - Observador Independente

EM PAUTA

B2

Post Top Ad

banner gif 728x90

terça-feira, 16 de maio de 2017

FEIRA DE SANTANA: Operação cumpre mandados de prisão e busca e apreensão em bairros e dentro de presídios

Uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar cumpriu vários mandados de prisão, de recaptura e de busca e apreensão em bairros de Feira de Santana e também dentro dos presídios de Feira, Serrinha e Salvador. A operação foi deflagrada na madrugada desta terça-feira (16) e resultou na prisão de três pessoas e no cumprimento de nove mandados contra pessoas que já estavam custodiadas, além da apreensão de drogas e dinheiro.


De acordo com o delegado João Rodrigo Uzzum, o objetivo da operação foi tirar de circulação elementos envolvidos com atividades criminosas e também dar cumprimento a nove mandados de prisão de pessoas que estavam em presídios.

“Indivíduos que estão presos e continuam praticando delitos ou que praticaram outros delitos antes da prisão, as investigações prosseguiram, e agora estamos responsabilizando eles e aumentando o tempo de encarceramento, além de dificultar a concessão de benefícios, como a progressão criminal e saídas temporárias”, explicou.

Uzzum afirma ainda que a data da operação foi escolhida tendo em vista a proximidade dos festejos da Micareta em Feira de Santana. Ele destaca que para não prejudicar o andamento das investigações, os nomes dos presos não foram divulgados.

“Essa operação teve o objetivo de dar cumprimento a vários mandados de prisão, de recaptura e de busca e apreensão. A operação foi importante e vamos continuar com ações nesse sentido juntamente com a Polícia Militar e outros órgãos da Polícia Civil. Foram três presos e outros nove dentro das unidades prisionais”, destacou.

A delegada Claudine Passos, que é titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), informou que dois bairros de Feira de Santana foram alvos da operação realizada hoje, sendo eles Caseb e Mangabeira. Em uma residência no bairro Mangabeira, a polícia apreendeu maconha, crack, dinheiro e uma balança.

“Conseguimos um mandado de busca no bairro Mangabeira. Já é uma pessoa contumaz no tráfico de drogas, tendo em vista que foi preso a menos de um ano e agora mais uma vez conseguimos o mandado de busca e apreensão e conseguimos tirar uma grande quantidade de drogas da residência dele, bem como dinheiro, cerca de três mil reais, que acreditamos ser oriundo do tráfico de drogas, já que estamos acompanhando ele há certo tempo. Infelizmente ele não estava na residência, mas conseguimos prender a pessoa que vendia pra ele”, disse a delegada.

De acordo com a titular da DTE, a polícia acredita que essa droga apreendida estava sendo vendida com uma intensificação maior para a Micareta. Ela destaca que as investigações vão continuar no sentindo de identificar a quem pertence a droga.

De acordo com o vice-diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), Flávio Góes, aproximadamente 100 policiais participaram da operação. Segundo ele, a Polícia Civil está atenta, identificando algumas técnicas, que ainda não podem ser divulgadas, para coibir a entrada de drogas em Feira de Santana, especialmente nesse período que antecede a Micareta.

“O Depin tem dado apoio à 1ª Coordenadoria Regional de Polícia Civil de Feira de Santana, cuja presidência é do doutor João Uzzum, junto com o apoio integrado da Polícia Militar. Então o departamento em Salvador tem dado maior visibilidade a Feira de Santana, principalmente com a proximidade da Micareta, para combater o crime não só fora, mas também dentro dos presídios, uma vez que se trata de organizações criminosas. O crime organizado precisa ser combatido”, destacou Flávio Góes.

O tenente coronel da Polícia Militar, Carvalho, falou sobre o trabalho integrado entra a Polícia Militar e a Polícia Civil. “A PM entra em apoio com a Polícia Civil reforçando as equipes para garantir a segurança e a tranquilidade para o cumprimento dos mandados. A PM apoia outras instituições como a Polícia Civil, esse apoio é contínuo com o objetivo de trazer segurança para a comunidade”, afirmou.(Acorda Cidade)

Publicidade

Publicidade

Post Bottom Ad

JPG 728x90