SALVADOR ☼ Forte chuva atinge a capital e algumas cidades da RMS nesta sexta-feira (5) - Observador Independente

EM PAUTA

B2

Post Top Ad

banner gif 728x90

sexta-feira, 5 de maio de 2017

SALVADOR ☼ Forte chuva atinge a capital e algumas cidades da RMS nesta sexta-feira (5)

Desde a madrugada desta sexta-feira (5), uma forte chuva atinge Salvador e em algumas cidades da região metropolitana, como Lauro de Freitas e Camaçari. De acordo com a previsão do tempo, maio é o mês mais chuvoso do ano na capital baiana.

Para o fim de semana, a previsão é de alternância entre períodos de nebulosidade e chuva, com temperaturas que podem variar entre 22ºC e 28ºC. Nos meses de maio, junho e julho, o Inmet prevê chuvas dentro do normal ou abaixo da média, seguindo a tendência dos últimos anos, apesar de ser o período considerado chuvoso. 

O mau tempo gera alerta de ressaca no mar. As ondas podem chegar a 4 metros de altura e a previsão é de que os ventos podem atingir até 40 km/h. Na manhã desta quarta-feira (3), por causa do mar agitado, uma onda chegou a atingir uma embarcação da travessia Salvador-Mar Grande, mas não houve feridos. 

Por causa do susto, duas passageiras precisaram receber atendimento médico no terminal Náutico, do Comércio, em Salvador, mas passam bem, segundo informações da Associação de Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab). O incidente ocorreu na saída do terminal de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, mas não impediu que a travessia fosse realizada normalmente. 


Prevenção de desabamento

Desde o último dia 1º, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) recebeu 1.123 ligações com pedidos de vistorias para diversas demandas e fez 1.487 inspeções, em bairros da capital baiana. O balanço foi divulgado pela prefeitura, que deu início à Operação Chuva.

Segundo o balanço da operação, 546 pessoas solicitaram ajuda social, devido a perdas materiais, como móveis e eletrodomésticos ou ajuda para aluguel, no caso de famílias que precisaram deixar as casas por conta do risco de desabamento. Esse risco de desabamento foi o motivo de 340 chamadas à Codesal.

Do total de solicitações ao número de telefone 199, da Codesal, 305 chamadas foram relacionadas a ameaça de deslizamento e 92 solicitações por ameaça de queda de árvore. Três pessoas ficaram feridas, sem gravidade, devido a um desabamento parcial no bairro Fazenda Grande do Retiro.

Índices pluviométricos
Em relação à intensidade das chuvas por localidade, a Vila Picasso foi o bairro com maior incidência de precipitações (273,8 milímetros) durante o mês de abril. O menor índice chuvoso foi registrado em Alto do Coqueirinho, com 131 mm.

Apesar das diferenças de índice pluviométrico nas regiões de Salvador, a média de chuva registrada em abril (179,8 mm) foi abaixo da média histórica do período, registrado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que foi 309,7mm.

De acordo com a meteorologista do Inmet Bahia, Cláudia Valéria, a chuva que caiu em Salvador, em abril, foi equivalente a 49% da média comum para o período. Segundo ela, a redução nos índices pluviométricos vem acontecendo desde 2011, quando foi registrado o índice dentro da média.

Publicidade

Publicidade

Post Bottom Ad

JPG 728x90