SALVADOR ► Município ganha unidade para deficientes físicos - Observador Independente

EM PAUTA

B2

Post Top Ad

banner gif 728x90

terça-feira, 16 de maio de 2017

SALVADOR ► Município ganha unidade para deficientes físicos

Os detalhes foram apresentados durante solenidade no Palácio Thomé de Souza
Divulgação l Secom-SSA

Com o objetivo de “fomentar a criação de uma rede de micropolíticas com ações efetivas, envolvendo as secretarias e órgãos públicos de Salvador”, segundo definição da administração municipal da capital, foi lançada nesta segunda-feira, 15, a Unidade de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência (UPCD).

Os detalhes foram apresentados pelo prefeito ACM Neto e pela diretora-geral da UPCD, Risalva Telles, nesta segunda, em uma solenidade no Palácio Thomé de Souza (praça Municipal).

Criada pela Lei 9.816/2016, a estrutura tem como missão “articular e propor políticas que favoreçam a inclusão de pessoas com deficiência e o cumprimento dos direitos, igualdades e oportunidades”.

A UPCD também atuará de forma transversal com as diferentes esferas do poder público e iniciativa privada, no intuito de potencializar as ações municipais para esta população.

“Vamos procurar investimentos em iniciativas que possibilitem a autonomia dessas pessoas, qualificação e parcerias que poderão propiciar uma melhoria na qualidade de vida de cada uma das pessoas atendidas por nossa unidade”, disse Risalva Telles.

O prefeito ACM Neto anunciou uma das “ações concretas” da UPCD: a criação de um Centro de Reabilitação Física e Mental (CRF 2), em parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

Segundo ele, a estrutura será implantada no Centro de Educação Integral (CEI), a ser inaugurado “em breve” no bairro de Coutos, subúrbio ferroviário. “A intenção é dar assistência nessa área mais periférica e carente da cidade”, disse o prefeito.

Publicidade

Publicidade

Post Bottom Ad

JPG 728x90