SALVADOR ☼ Vendedor confessa mortes na passarela: "Botei para sentar no colo do capeta" - Observador Independente

EM PAUTA

B2

Post Top Ad

banner gif 728x90

quarta-feira, 10 de maio de 2017

SALVADOR ☼ Vendedor confessa mortes na passarela: "Botei para sentar no colo do capeta"

Ednaldo alegou vingança para ter matado Lucigleide Alberto Maraux | Divulgação | SSP-BA

Demonstrando frieza, o vendedor ambulante Ednaldo dos Reis Mercês, o Batoré, confessou ter matado Lucigleide Maciel de Jesus, 48 anos, na última sexta, 5, na passarela da rodoviária. "Eu botei ela para sentar no colo do capeta", disse o homem, ao ser questionado sobre o que fez ao ver a vítima.

A fala foi feita durante apresentação nesta terça, 9, quando o homem alegou vingança para justificar o crime. Ele acusa a mulher de participação na morte de dois irmãos dele. Contudo, a polícia disse que vai investigar o sumiço dos parentes de Ednaldo, já que os corpos não foram encontrados.

Rindo diversas vezes, o suspeito conta que estava trabalhando, vendendo carregador de celular, quando viu Lucigleide passar. Então, resolveu matá-la com golpes de facão. Após o relato, ele afirma que cometeria o crime outra vez: "Matei e mataria de novo". 

Enquanto demonstra falta de remorso, Ednaldo exibe no cabelo a inscrição da palavra "Paz". Ao ser questionado da dualidade, ele explica: "Paz para quem quer paz. Para quem não quer... Ela não queria paz", afirma.

Segundo ele, a vítima vendia crack na rodoviária e tinha ligação com um traficante conhecido como "Coe", que é apontado como líder do tráfico na Saramandaia.
Suspeito exibe a palavra "Paz" no cabelo (Foto: Alberto Maraux | Divulgação | SSP-BA)

Outro crime

Além de confessar a morte de Lucigleide, Ednaldo também confirmou em depoimento para a polícia que matou um homem na quarta, 3, também na passarela. Ele afirmou que o rapaz estava roubando muito na região e ele resolveu fazer "justiça", matando o homem a pauladas.

Contudo, o delegado Guilherme Machado desconfia dessa motivação, já que o próprio é suspeito de cometer roubos no local. Ele também tem passagem pela polícia por ameaça, furto e briga.

Prisão

Ednaldo foi preso nesta segunda, 8, em Saramandaia, após denúncia enviada pelo WhatsApp da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM). Durante as buscas, policiais militares encontraram o suspeito na entrada do bairro. Ele não apresentou resistência à prisão.
Delegado Guilherme Machado está à frente da investigação 
(Foto: Alberto Maraux | Divulgação | SSP)

Publicidade

Publicidade

Post Bottom Ad

JPG 728x90