SALVADOR ☼ Grupo alega que viaduto do metrô invade terreno particular e Justiça pede suspensão de obras - Observador Independente

EM PAUTA

B2

Post Top Ad

banner gif 728x90

terça-feira, 6 de junho de 2017

SALVADOR ☼ Grupo alega que viaduto do metrô invade terreno particular e Justiça pede suspensão de obras

Justiça manda suspender obra de viaduto do metrô, na Avenida Paralela

A desembargadora Joanice Maria Guimarães de Jesus concedeu nesta segunda-feira (5) uma liminar de suspensão de obras de um viaduto do metrô de Salvador, na região da Avenida Paralela, próximo ao bairro de Stella Maris. 

Conforme a decisão, nove pessoas que moram em imóveis localizados na faixa de encontro entre a Avenida Carybé e a Alameda Dilson Jatahy Fonseca alegam que tiveram os terrenos, particulares, invadidos pela obra.

Por meio de nota, a CCR metrô, responsável pelas obras, informou que a concessionária ainda não foi notificada sobre a liminar mencionada. Contudo, a Justiça determina que a suspensão das obras seja mantida até que uma perícia técnica nos imóveis comprove se houve invasão dos terrenos para a construção do viaduto do metrô.

Segundo o advogado dos donos dos imóveis, nenhum tipo de desapropriação foi feita pela CCR Metrô para viabilizar legalmente a posse sobre os terrenos.
Decisão de desembargadora após moradores de Salvador acionarem a Justiça 
(Foto: Imagem/ TV Bahia)

Publicidade

Publicidade

Post Bottom Ad

JPG 728x90