TANQUINHO ☼ Empresário se queixa de influência de deputado em grade de festa - Observador Independente

EM PAUTA

B2

Post Top Ad

banner gif 728x90

Publicidade

Publicidade

quarta-feira, 28 de junho de 2017

TANQUINHO ☼ Empresário se queixa de influência de deputado em grade de festa

Na representação, o empresário diz que o diretor informou também os montantes aportados pelos deputados: R$ 120 mil por Geílson, R$ 20 mil por Zé Neto e R$ 40 por Tom Araújo
O empresário José Augusto Cerqueira acionou o Ministério Público Estadual para registrar uma queixa contra o deputado estadual Carlos Geílson (PSDB). Ele diz que o parlamentar foi quem montou a grade da festa de São João do município de Tanquinho.

Em sua denúncia, o empresário diz que procurou a prefeitura por diversas vezes para saber informações sobre a grade da festa, mas em todas elas foi informado de que a programação ainda não havia sido montada. 

Na última tentativa, Cerqueira relata que foi surpreendido com a informação de que a grade já estava montada após destinação de recursos feita pelos deputados Geílson, Zé Neto (PT) e Tom Araújo (DEM) por meio de emendas parlamentares.

Após tomar conhecimento do caso, o empresário relata que procurou o prefeito e foi informado pelo diretor de eventos, não identificado na denúncia, "que já havia feito a grade de bandas por um cidadão de nome Eliel". "Eu descobri que este cidadao seria o assessor do deputado carlos geilson. Após essta descoberta, entrei em contato novamente com o diretor, o qual me inormou que nem e nem a secretária de eventos participaram da comissão de organizaçao das festas do período junino, confirmando que quem fechou a grade toda foi o assessor do deputado Carlos Geílson, o qual deu uma parcela maior de recursos para a festa.

"O secretário informou que como o deputado Carlos Geílson era o 'padrinho' maior, ele que decidiu toda a grade", conta o denunciante, frisando que até o prefeito só pôde indicar uma banda na programação.

Procurado pela reportagem, o deputado tucano não quis adentrar ao assunto. No entanto, confirmou que destinou R$ 100 mil para a festa junina da cidade de Tanquinho e que Eliel é seu assessor. "Quem fez a grade foi a prefeitura, quem montou, eu não sei. Eu não indiquei nenhuma banda. Só coloquei dinheiro lá porque, das cidades de que eu represento, apenas Tanquinho estava apta", disse Geílson.

Na entrevista ao site BNews, o parlamentar disse que a denúncia do empresário tem "fundamento zero". "Ele entra no MP contra todo mundo. Queria colocar a banda dele, não conseguiu e está se queixando", apontou, confiante de que a denúncia será rejeitada pelo MP: "Ninguém vai dar ouvido a ele".

Post Bottom Ad

JPG 728x90