FEIRA DE SANTANA: Polícia registra 3 assassinatos nesta quinta-feira; 3 acusados foram presos - Observador Independente

EM PAUTA

B2

Post Top Ad

banner gif 728x90

quinta-feira, 20 de julho de 2017

FEIRA DE SANTANA: Polícia registra 3 assassinatos nesta quinta-feira; 3 acusados foram presos

Três assassinatos foram registrados nesta quinta-feira (20) em Feira de Santana, elevando para 19 o número de homicídios no mês e 197 no ano. Dos dois crimes, três já foram elucidados.

Um dos homicídios, conforme já noticiado pelo Acorda Cidade, ocorreu no bairro Santo Antônio dos Prazeres, quando uma gestante foi degolada por volta das 5h da manhã pelo marido deficiente visual, Teodulo Ferreira dos Santos, 33 anos. Ele foi preso em flagrante e vai responder por homicídio, aborto e sequestro do enteado.

Por volta das 11h30 Ellison Pinto dos Santos, o Pita, 24 anos, foi assassinado próximo ao Centro de Abastecimento.

De acordo com o subtenente Joselito da 64ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), Ellison transitava pela Avenida Canal, no bairro Rua Nova, quando um veículo Gol prata se aproximou e homens não identificados efetuaram os disparos.


O policial informou também que mesmo com a presença de viaturas nas áreas próximas ao Centro de Abastecimento, os crimes estão ocorrendo. A autoria e o motivo deste homicídio ainda são desconhecidos.


Novo Horizonte

O terceiro crime ocorreu por volta das 13h na BR 116-Norte, na localidade conhecida como Salgada, no bairro Novo Horizonte, quando o tratorista Fernando dos Prazeres Silva, 42 anos, que morava na Rua Arapoti, no bairro Papagaio também foi morto a tiros.


A vítima estava prestando um serviço de capinação para a empresa Sustentare, usando um trator às margens da pista, quando Marlon Oliveira de Freitas, 19, morador do conjunto George Américo, e um adolescente de 17 anos, se aproximaram em uma motocicleta e efetuaram os disparos.

Os dois foram presos e, segundo a polícia, o adolescente atirou na vítima enquanto Marlon conduzia a moto.

O soldado Sacramento, da equipe Peto Sertão, disse que a guarnição estava fazendo rondas de rotina na região do bairro Parque Ipê quando recebeu um alerta e, ao seguir em direção ao local, avistou duas pessoas com características semelhantes.

“Fizemos o acompanhamento, eles tentaram fugir mas conseguimos alcançá-los e ao realizar a abordagem foi constatada a autoria. Eles relataram com muita frieza, e percebemos que na atitude deles de colocar chumbinho (veneno) na munição, havia mesmo a intenção não de machucar, mas sim de matar”, disse o policial ao Acorda Cidade.



O adolescente disse que a vítima teria tentado matá-lo e que por isso cometeu o crime. “Ele tentou me matar a tiros, e eu fique sabendo que foi ele. Tem uns seis meses isso. Hoje eu estava vindo do trabalho e me bati com ele, aí fui pegar uma arma e chamei Marlon. Coloquei chumbinho para não ter vez. Ele atirou em mim no pé e na coxa e hoje aconteceu o que aconteceu”, confessou o adolescente.
Informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Publicidade

Publicidade

Post Bottom Ad

JPG 728x90