MARAGOJIPE ☼ Salvaguarda de Terreiros será discutida nesta sexta (04) - Observador Independente

EM PAUTA

B2

Post Top Ad

banner gif 728x90

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

MARAGOJIPE ☼ Salvaguarda de Terreiros será discutida nesta sexta (04)

O Terreiro Ilê Axé Alabaxé em Maragojipe vai sediar nesta sexta-feira (04/08) às 11 horas uma discussão sobre a Salvaguarda de Terreiros de Candomblé no município. O dirigente estadual do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), João Carlos de Oliveira, destaca que a ação foi inédita e visa contemplar as celebrações, eventos, saberes, modos de fazer, expressões lúdicas e turísticas.

“Isso inclui também os espaços destinados às práticas coletivas, como os terreiros de candomblé”, diz. Ele lembra que, ao receber tombamento ou registro, o bem cultural tem prioridade nas linhas de apoio financeiro, sejam elas municipais, estaduais, federais ou até internacionais.

No turno da tarde, a partir das 14h, o IPAC fará audiência pública na Fundação Vovó do Mangue, localizada na Praça Conselheiro Rebouças, na cidade de Maragojipe, para discutir e atender demandas do município. Um dos temas da audiência será a cultura e o turismo como vetores de desenvolvimento.

O diretor de Preservação do Patrimônio do IPAC, Roberto Pellegrino, da equipe do IPAC no evento, destaca a reavaliação do Carnaval de Maragojipe. Segundo ele, a Lei estadual determina que os Bens Intangíveis protegidos pelo Registro Especial sejam documentados de cinco em cinco anos. 

“Para o título ser renovado, é necessário verificar se a manifestação mantém as características singulares que a fizeram um Patrimônio Imaterial da Bahia”. Assim, no Carnaval de 2018, técnicos do IPAC farão novo levantamento da festa.

Publicidade

Publicidade

Post Bottom Ad

JPG 728x90