MUNIZ FERREIRA @ Filha de prefeito denuncia agressão de ex-companheiro: 'Marcas continuam me assustando' - Observador Independente

Bahia

miércoles, 16 de mayo de 2018

MUNIZ FERREIRA @ Filha de prefeito denuncia agressão de ex-companheiro: 'Marcas continuam me assustando'

Crédito da imagem: Instagram





Caso ocorreu na cidade de Santo Antônio de Jesus. Suspeito não foi preso em flagrante e polícia pediu prisão à Justiça. Jovem publicou imagens com marcas de agressão no rosto que teria sido provocada por ex.

A filha do prefeito da cidade baiana de Muniz Ferreira, Clara Emanuele Santos Vieira, denunciou por meio do Instagram, na terça-feira (15), ter sido agredida pelo ex-companheiro, na cidade de Santo Antônio de Jesus, a 187 km de Salvador.

Ela publicou imagens com hematomas no olho e disse que o celular dela foi destruído. A situação acabou gerando a campanha "#todosporclara" nas redes sociais.

O suspeito da agressão é Filipe Pedreira. Segundo a página da campanha Todos por Clara no Instagram, que tem mais de 20 mil seguidores até a manhã desta quarta-feira (16), ele é filho do prefeito de Salinas das Margaridas, Wilson Ribeiro Pedreira.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), após a agressão, a Polícia Militar foi chamada, mas a jovem teria negado o crime. Posteriormente ela fez a denúncia, mas o suspeito não foi preso, porque o tempo do flagrante já havia passado. Felipe foi ouvido e liberado pela Polícia Civil, que pediu a prisão dele à Justiça e aguarda decisão.

A SSP-BA não divulgou detalhes sobre a agressão denunciada por Clara. No entanto, segundo as denúncias feitas nas redes sociais, ele teria invadido o apartamento dela, xingado a vítima, cortado o cabelo e os dedos dela, mordido, chutado e espancado a vítima. Ele também teria agredido o filho dela, de um ano.

"Não se contentando, agrediu o filho de 1 ano de idade, onde saiu quase desmaiado para o hospital, e o sogro, jogando spray de pimenta em toda a casa", diz a publicação no Instagram.

O site não conseguiu contato com Clara, que é filha de Wellington Sena Vieira, e com o suspeito Felipe Pedreira.

G1