SALVADOR @ Novo serviço de acolhimento voltado para pessoas em situação de rua é inaugurado - Observador Independente

BAHIA

7 de junio de 2018

SALVADOR @ Novo serviço de acolhimento voltado para pessoas em situação de rua é inaugurado

Novo serviço de atendimento voltado para pessoas em situação de rua é inaugurado 
(Foto: Divulgação)




Unidades vão funcionar nas regiões conhecidas como 'Pela Porco' e 'Praça das Mãos'; atendimento será das 14h às 18h, de segunda a quinta.

Após o encerramento do projeto Ponto de Cidadania, um novo serviço voltado às pessoas em situação de rua e/ou usuárias de drogas, em contextos de extrema vulnerabilidade, começa a funcionar em Salvador nesse mês de junho. As Unidades de Apoio na Rua (UARs) foram instaladas nas regiões conhecidas como “Pela Porco”, em Brotas, e “Praça das Mãos”, no Comércio.

Nesta quinta-feira (7), uma oficina de grafite com Marcos Costa, das 14h às 18h, vai marcar o lançamento da unidade do "Pela Porco", na Rua Cônego Pereira. Já a unidade da "Praça das Mãos", a Praça Marechal Deodoro, será inaugurada no próximo dia 13 de junho, também no mesmo horário.

As UARs vão funcionar de segunda-feira à quinta-feira, das 14h às 18h, e contam com uma equipe multiprofissional com assistentes sociais, psicólogos e redutores de danos. As unidades terão local para banho, kit higiene (sabonete, escova de dentes e etc.), oficinas e orientações sobre cuidado e autocuidado, e escuta técnica qualificada.

De acordo com o Programa Corra pro Abraço, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado da Bahia (SJDHDS), responsável pelas unidades, a abertura do novo serviço contempla as demandas existentes desde o fechamento do Ponto de Cidadania, há 11 meses.
Programa Corra pro Abraço é responsável pelas novas unidades (Foto: Divulgação)
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas