FUTEBOL @ Bahia leva sufoco e perde do Vasco, mas avança às quartas de final - Observador Independente

BAHIA

17 de julio de 2018

FUTEBOL @ Bahia leva sufoco e perde do Vasco, mas avança às quartas de final

Tricolor levou dois gols no Rio, mas se garantiu na próxima fase graças ao bom triunfo na Fonte




Em um dos piores jogos do Bahia na temporada, a classificação às quartas de final da Copa do Brasil ficou por um fio na noite desta segunda-feira, 16. Diante do Vasco, no Rio de Janeiro, o Esquadrão perdeu por 2 a 0, mas passou de fase porque havia vencido na ida, na Fonte Nova, por 3 a 0.

Agora, o Tricolor vai enfrentar o Palmeiras. O primeiro jogo será disputado em Salvador, no dia 2 de agosto. A partida da volta será em São Paulo, no dia 16 do mesmo mês.

Antes, contudo, o Bahia foca no Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, às 19h30, vai pegar a Chapecoense na cidade de Chapecó, pela 13ª rodada da competição.

O jogo

Mesmo com a pressão, o Esquadrão segurou o jogo até os 31 minutos, quando Nino Paraíba pagou caro por erro infantil quando tentava afastar a bola . Ele entregou a redonda a Andrés Ríos, que aproveitou o lance e buscou o drible diante do lateral, dentro da área.

Depois de um choque entre os jogadores, o árbitro Rafael Traci marcou um pênalti que não existiu. Yago Pikachu não quis saber e bateu no canto direito de Anderson para abrir o placar em São Januário.

O segundo gol do Vasco foi marcado aos 18 minutos do segundo tempo, quando Pikachu cobrou falta e Andrey subiu livre para cabecear firme. Anderson tocou na bola, mas não foi suficiente.

Além do péssimo desempenho em campo, o time comandado por Enderson Moreira foi atrapalhado pela arbitragem em outras situações. Foram seis cartões amarelos, alguns contestáveis. Traci ainda marcou faltas inexistentes e chegou a aplicar 13 minutos de acréscimos nos dois tempos.

O erro mais grave foi a expulsão de Léo nos minutos finais. Em um lance ríspido de Edson com Yago Pikachu, o lateral afastou a bola logo em seguida, mas levou o cartão vermelho direto. Pouco antes, o árbitro expulsara Ríos, do Vasco, de forma exagerada, outro erro.


Tiago Lemos e Gabriel Conceição / ATarde

Paginas