INSS @ Quem se divorciou tem direito à pensão por morte? - Observador Independente

BAHIA

domingo, 8 de julio de 2018

INSS @ Quem se divorciou tem direito à pensão por morte?

Ex-mulher tem direito a receber o benefício no caso de morte do ex-marido
Crédito da foto: Direitos Brasil




Resposta: Depende.

Segundo a advogada especializada em Direito Previdenciário, Marta Gueller, só tem direito a receber a pensão por morte se o benefício da pensão alimentícia já tinha sido concedido quando foi feito o divórcio.

"Se pessoa se divorciou com direito à pensão alimentícia ela reserva o direito a receber a pensão em caso de óbito. Essa pensão alimentícia tem de constar no termo de separação", diz.
Como é feita a divisão?

O INSS tem três classes de dependentes.

Quando um segurado morre, a lei enumera os dependentes em ordem de prioridade: cônjuge/companheiro e filhos, pais, irmãos

Se a ex-mulher ou o ex-marido tinham direito à pensão alimentícia, eles são considerados dependentes da primeira classe e vão dividir a pensão com o atual cônjuge e filhos, se houver.
Quando o cônjuge não tem direito a dividir a pensão?

O cônjuge perde o direito:
pela separação judicial ou o divórcio, desde que não receba pensão alimentícia;
pela anulação do casamento;
pelo óbito ou por sentença judicial transitada em julgado.

A companheira ou o companheiro, inclusive do mesmo sexo, perdem o direito:
pela cessação da união estável com o segurado ou segurada, desde que não receba pensão alimentícia.

R7

Paginas