SALVADOR @ Ossada achada na BA-528 é de jovem que desapareceu após sair de festa de réveillon no subúrbio da capital - Observador Independente

BAHIA

9 de julio de 2018

SALVADOR @ Ossada achada na BA-528 é de jovem que desapareceu após sair de festa de réveillon no subúrbio da capital

Vitória Charleane dos Reis Mata estava desaparecida desde o dia 31 de dezembro 
Crédito da foto / Reprodução/Facebook



Material foi identificado após exames de arcada dentária feitos pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT). Ossada foi liberada e retirada na manhã desta segunda-feira (9).


A ossada humana encontrada na rotatória da BA-528, mais conhecida como Estrada no Derba, em Salvador, é da adolescente Vitória Charleane dos Reis Mata, de 17 anos, que desapareceu após sair de uma festa de réveillon no subúrbio de Salvador. A informação foi confirmada pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde foi feita a identificação da ossada por meio da análise da arcada dentária.

A ossada foi achada no dia 15 de junho em um trecho da BA-528, em Águas Claras, mesmo bairro onde a garota morava com a avó. Vitória desapareceu após deixar a festa no bairro de São Tomé de Paripe, no dia 31 de dezembro de 2017.

A ossada foi liberada e retirada pela família do DPT, na manhã desta segunda-feira (9). Não há detalhes do enterro. Segundo a Polícia Civil, ainda não há novidades sobre autoria do crime. O caso segue em inestigação pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Caso

A adolescente Vitória Charleane dos Reis Mata foi vista pela última vez ainda durante o evento de fim de ano. De acordo com a família, a jovem estava na festa com uma prima e uma amiga, mas teria se desentendido com uma das garotas e foi embora. No entanto, ela não voltou para casa.

Os familiares da garota registraram o desaparecimento dela na delegacia no dia 2 de janeiro. Vitória saiu do bairro de Águas Claras, onde morava com a avó materna, para ir para a festa.


G1/Bahia
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas