SALVADOR @ Presidente do GGB diz que houve erro em divulgação da exposição Cu é Lindo - Observador Independente

BAHIA

28 de julio de 2018

SALVADOR @ Presidente do GGB diz que houve erro em divulgação da exposição Cu é Lindo

Crédito da imagem / Divulgação 




O ativista e presidente do Grupo Gay da Bahia, Marcelo Cerqueira, atacou os políticos baianos que criticaram a exposição “Cu é Lindo” e destacou que houve um erro na divulgação do projeto. A mostra conta com apoio financeiro do Governo do Estado e é assinada por Kleper Reis. Ela ainda está em cartaz no Goethe-Institut até o dia 12 de agosto e a entrada é gratuita.

“As pessoas que foram ver a exposição disseram que a polêmica que gerou com o material era infimamente menor do que foi divulgado. Alguns [políticos] compraram essa polêmica porque ganham alguma coisa. [...] Todos ganham alguma coisa ao bater em ‘veado’. O material não merecia essa repercussão toda”, declarou na plenária do governador Rui Costa, na noite desta quinta-feira (26), no Wet’n Wild.

Ele afirma que o flyer de divulgação do evento poderia ter sido confeccionado de outra forma. “Não quero fazer a defesa prévia do Governo, mas as pessoas utilizaram isso para bater na cultura. O rapaz tem um erro no material dele. Não é o “Governo do Estado Apresenta”. Ele errou ou pode ter colocado para causar. Tem que saber também qual foi a ideia que o artista teve para fazer isso”, continuou.

O ativista também acredita que Kleper Reis deveria ter sido mais cauteloso. “Acho que o artista poderia ter pensado antes levando em consideração a situação que aconteceu no museu em Porto Alegre. A própria situação que aconteceu em São Paulo. Então, acho que a gente não deve dar munição para isso”.

Ainda na entrevista, Cerqueira elogiou o site BNews por ser o único site a colocar a palavra “Cu” nas manchetes a respeito da exposição. “Foi um ato corajoso”, exaltou. “No cotidiano as pessoas agridem mais com palavras do que a expressão ‘Cu’”.


bocãonews
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas