SALVADOR @ Sala do Coro do TCA reabre com um show especial de Lázaro Ramos - Observador Independente

BAHIA

jueves, 5 de julio de 2018

SALVADOR @ Sala do Coro do TCA reabre com um show especial de Lázaro Ramos

Lázaro Ramos é o protagonista do show dedicado ao público infantil / Crédito da foto: Divulgação




A reabertura da Sala do Coro do Teatro Castro Alves, após 5 anos fechada, acontece em dois eventos distintos. Um mais formal e solene, com a presença do governador do estado, Rui Costa, nesta quinta-feira, 5, às 18 horas, em que serão conhecidos os resultados da reforma completa do equipamento, a segunda entrega do projeto Novo TCA, depois da Concha Acústica.

O outro, que acontece nesta sexta, 6, às 19h, coloca a Sala do Coro de volta ao roteiro cultural, sobretudo o teatral, da cidade, com a estreia da peça-show infantil "Viagens da Caixa Mágica", protagonizada pelo ator baiano Lázaro Ramos, somente para convidados.

Ainda na sexta, e logo após o show de Lázaro, o DJ El Cabong toma conta do espaço, que será transformado em pista de dança. E tem ainda a abertura da exposição fotográfica, no foyer da Sala do Coro, da história do projeto TCA.Núcleo. Tudo isso para demonstrar que o novo espaço passa a ter, a partir de agora, múltiplos formatos e possibilidades.
Vejo com bons olhos o retorno da Sala do Coro, um espaço em que nunca tinha pisado como artista, só como público.
 Lázaro Ramos, ator, diretor e escritor

De acordo com Moacyr Gramacho, diretor-geral do TCA, na Sala do Coro cabem agora 177 pessoas com a arquibancada montada. Desmontada, há espaço para cerca de 250 pessoas, a depender do evento. Os camarins foram todos reformados e têm 100% de acessibilidade. Foi criada também uma área para abrigar a equipe técnica, como as camareiras e o pessoal de palco.
Além disso, foi montada uma estrutura com 19 talhas elétricas, que podem ficar presas em qualquer ponto da sala e, paralelo a isso, sustentar um kit de vigas de alumínio que possibilita múltiplos formatos cênicos, 
acrescenta Gramacho.

Inicialmente, para ocupar os possíveis palcos da nova Sala do Coro, de setembro a dezembro de 2018, será preciso participar de um chamamento público. Pode ser espetáculo de teatro, dança, circo e música, além de outras formas de linguagens artísticas. A ideia é oferecer ao público uma programação artístico-cultural, no mínimo, durante cinco dias por semana.

"Será constituída uma curadoria, formada por artistas e técnicos, para analisar os pedidos de pauta. Os critérios serão, entre outros, a qualidade e a pertinência do espetáculo. Queremos fidelizar o público", revela Gramacho.

Mas, até lá, a pauta será ocupada, nos dias 13 e 14 de julho, às 20h, pelo premiado espetáculo de teatro "Os Pássaros de Copacabana", que tem no palco Marcelo Praddo, vencedor do 25º Prêmio Braskem de Teatrocomo melhor ator, sob a direção de Gil Vicente Tavares, também vencedor do Braskem de melhor diretor.
"Os Pássaros de Copacabana" tem no palco Marcelo Praddo | Foto: Fábio Abu | Divulgação


40 anos

Inaugurada em 5 de julho de 1978, a Sala do Coro surgiu configurada como uma sala de teatro, no formato arena, com espaço para 150 pessoas.

"Minha ambição é ver gente fazendo fila para ver teatro baiano e nacional"

Moacyr Gramacho, diretor do TCA

Recebeu, durante décadas, importantes nomes da dramaturgia baiana, como Luiz Marfuz, Paulo Dourado, Gideon Rosa, Frank Menezes e Hilton Cobra. Em seu palco já passaram também artistas consagrados nacionalmente, como Fernanda Montenegro, Paulo Autran, Denise Stoklos e Gerald Thomas.

Nos últimos cinco anos de funcionamento, a Sala do Coro teve uma média de 177 apresentações anuais. O espaço atingiu, entre 2009 e 2013, um público superior a 82 mil espectadores, sendo que 80% de sua ocupação foi com produções baianas.
Nova Sala do Coro inaugura sua programação nesta sexta | Foto: Elói Corrêa | Gov-BA


Novo público

O espetáculo "Viagens da Caixa Mágica", que reinaugura a Sala do Coro, é uma compilação de 10 músicas criadas por Lázaro Ramos e pelo diretor musical Jarbas Bittencourt a partir de dois livros infantis de Lázaro, Caderno sem Rimas da Maria e Caderno de Rimas do João.
O objetivo de montar um show infantojuvenil é dar boas-vindas ao público infantil, o que acaba sendo um boas-vindas a toda a família. Gosto de falar com esse tipo de público porque ele é sempre transformador e dono dos espaços teatrais", revela o ator, diretor e escritor Lázaro Ramos, que complementa, "esse espetáculo foi criado especificamente para a reinauguração da Sala do Coro, mas existe a possibilidade de adaptá-lo para seguir viagem.
Durante cerca de uma hora, ao lado do músico Jarbas Bittencourt e da atriz e cantora Heloísa Jorge, Lázaro canta e conversa com a plateia. Tudo embalado pela banda composta por Eric Assmar (guitarra), Tomáz Bastos (baixo), Leo Bittencourt (bateria), Vanessa Melo (clarinete) e Rogerys Machado (trompete e flugelhorn).

Depois dessa sessão especial de estreia, o show terá apresentações no sábado, 7, às 14h e 16h, com ingressos a R$ 4 (inteira).

A direção geral de Viagens é de Elísio Lopes Jr. e a musical, de Jarbas Bittencourt. Cenografia e adereços ficam a cargo de Cinthia Rosa, e a peça conta ainda com as participações especiais de Júlia Dias, Banda Erê e o Coro Infantil do Neojiba.

Viagens da Caixa mágica / Sala do Coro do TCA - 7/7 - 14h e 16h

Paginas