ELEIÇÕES 2018 @ Pré-candidata à vice de Zé Ronaldo, Mônica Bahia levanta bandeira da saúde e do conservadorismo - Observador Independente

BAHIA

3 de agosto de 2018

ELEIÇÕES 2018 @ Pré-candidata à vice de Zé Ronaldo, Mônica Bahia levanta bandeira da saúde e do conservadorismo

Crédito da foto / Reprodução Redes Sociais 


O pré-candidato ao governo baiano, Zé Ronaldo, surpreendeu eleitores e toda a imprensa baiana ao anunciar a obstetra Mônica Bahia (PSDB) no posto de pré-candidata à vice-governadora na chapa majoritária. A médica era até então desconhecida, mas engajada em manifestações do Movimento Brasil Livre (MBL). Ela é conhecida por ser engajada na defesa da melhoria da saúde e do conservadorismo.

Formada em medicina no ano de 2001, Mônica fez especialização e começou a trabalhar nas maternidades públicas de Salvador e interiores. Foi nessa atividade que passou a ter contato com os problemas na saúde pública baiana e se engajar na política. Em 2014, passou a integrar a Ordem dos Médicos do Brasil (OMB).

Nos últimos anos, Mônica vem participando ativamente das manifestações de rua promovidas pelo MBL. Ela também foi uma das líderes do Vem Pra Rua e continua engajada em apoio à Operação Lava Jato, ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal. Nas redes sociais, além das críticas contra o ex-presidente Lula e ao PT, ela também já postou mensagens contra o senador Aécio Neves (PSDB) e decisões polêmicas do Supremo Tribunal Federal (STF).

Entre as bandeiras que ela levanta, a que se destaca é a da melhoria da saúde pública e privada, tanto para pacientes, quanto para os profissionais de saúde. Além disso, ela diz “buscar liberalismo econômico e preservação dos direitos individuais”, além de um Estado mais enxuto. A pré-candidata também já postou fotos em vídeos onde aparece em eventos políticos ligados ao conservadorismo, além de defender o voto impresso e demonstrar certa simpatia ao pré-candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL).

Sua última postagem antes de ser anunciada como pré-candidata foi um artigo do príncipe Luís Philippe de Orleans e Bragança com a seguinte tese: "Uma Constituição deve impor limites ao governo e ao Estado, já que o dono do país é o cidadão. Nossa Constituição atual impõe limites à população, já que o dono do Brasil é o Estado".

Negociações com Zé Ronaldo

Siqueira Costa Jr, coordenador do MBL Bahia, revela que o grupo vinha conversando com os carlistas há alguns dias. “A negociação já vinha correndo durante um tempo entre nós, o PSDB e a chapa de Zé Ronaldo. A gente vê um fortalecimento do nome de Cézar Leite [também filiado ao MBL] e dos movimentos de rua em relação ao que nós lutamos: contra a corrupção e tentamos fazer uma política séria, com cortes de gastos e benefícios políticos. Essa é a nossa bandeira e também é a de Mônica”, explica.

Ele conta que Mônica foi escolhida por ser um dos quadros que mais se destacaram dentro do movimento. “Ela é filiada ao MBL desde janeiro. A função dela é levar a palavra em cima dos trios elétricos, fazer discursos. É uma pessoa que tem uma mentalidade como a nossa, na luta contra a corrupção. Mônica é um ícone dentro do movimento, como Cézar também é e eu sou.”

O ativista revela ainda que uma das principais bandeiras da candidata será a saúde. “Mônica, por ser médica, vem passando por sérios problemas em relação à isso. É um nome que se fortalece na junta médica da qual Mônica faz parte. O nome de Cézar também se fortalece e nós estamos buscando uma terceira via na política”.


bocãonews
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas