SALVADOR @ Acusado de feminicídio na cidade de São Paulo é preso na capital baiana - Observador Independente

BAHIA

7 de agosto de 2018

SALVADOR @ Acusado de feminicídio na cidade de São Paulo é preso na capital baiana

Crédito da Foto // Divulgação



Um homem identificado como José Ricardo Soares, de 37 anos, teve o mandado de prisão cumprido, nesta segunda-feira (6/8), em Salvador. Ele é acusado de matar a companheira a facadas e esconder o corpo embaixo da cama, na cidade de São Paulo.

De acordo com informações passadas pela Policia Civil ao Aratu Online, o acusado se apresentou na sede da Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter), localizado no Complexo dos Barris, na capital baiana.

José Ricardo estava com um mandado de prisão temporária em aberto, expedido pela Vara Crime de Vargem Grande Paulista, onde o homicídio ocorreu. A Polícia Civil paulista solicitou apoio da polícia baiana para prender o acusado e as equipes da Polinter realizaram diversas diligências, em possíveis endereços onde José poderia estar escondido.

Ao saber que estava sendo procurado em Salvador, o agressor decidiu se apresentar na sede da Polinter, onde será interrogado e ficará à disposição da Justiça Paulista.

***

SAIBA COMO DENUNCIAR EM CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER:

– Ligue 180, serviço telefônico gratuito disponível 24 horas em todo o país;

– Clique 180, aplicativo para celular;

– Ligue 190, se houver uma emergência;

– Delegacias de polícia;

– Delegacias da Mulher (se não funcionar 24 horas, o boletim de ocorrência pode ser feito em uma delegacia normal e depois transferido);

– Centros de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, para os casos em que a mulher não se sente segura em procurar a polícia;

– Serviços de Atenção Integral à Mulher em Situação de Violência Sexual, como abrigos de amparo;

– Defensoria Pública, que atende quem não possui recursos para contratar um advogado;

– Promotorias Especializadas na Defesa da Mulher

A Secretaria de Políticas para as Mulheres oferece os endereços das delegacias e pontos de atendimento em seu site, assim como também tem uma cartilha que ensina como identificar a violência doméstica.
AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Paginas