CAMAÇARI @ A vingança de Rui Costa; ex-deputado Luiz Caetano fica de fora do novo governo - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

3 de janeiro de 2019

CAMAÇARI @ A vingança de Rui Costa; ex-deputado Luiz Caetano fica de fora do novo governo

Crédito da foto :: Metro 1 / Reprodução da internet


Por Noedson Ney



O ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT), possivelmente não terá um ano novo dos mais agradáveis. Vivendo maus bocados com as dores da perda do mandato imposta pela Justiça Eleitoral, Caetano também terá que conviver com o desgaste imposto ao seu próprio partido, somando-se ainda o peso da vingança do governador Rui Costa.

Sem muito que fazer, já que os novos tempos impõe muito mais rigor com políticos tidos como fixa suja, e é o caso dele, Caetano tem dito aos poucos aliados que sobraram que vai continuar na política com ou sem mandato. 

A questão é uma só: Como poderá continuar na vida pública e política uma vez que o próprio governador petista Rui Costa e suposto aliado o vem tratando com frieza e até então, sequer o cogitou para um cargo de primeiro escalão no novo governo?

Supostamente a vingança de Rui Costa tem raízes pessoais e remonta à época em que o atual governador era o chefe da Casa Civil do então governador Jaques Wagner (PT).

A bronca de Rui Costa com o ex-prefeito parece carregada de vingança ao desafeto. É sabido que o grande aliado de Caetano sempre foi o atual Senador Jaques Wagner que pelo andar da carruagem também deu as costas ao antigo aliado e lavou as mãos.

Na época de ouro vivida pelo então prefeito de Camaçari por três vezes, Luiz Caetano, tido como o todo poderoso líder petista na região andou tendo lá suas rusgas com o atual governador. 

Importante lembrar que em 2014 Caetano se colocou à disposição do PT para ser o candidato a governador e foi preterido pelo amigo Jaques Wagner. O escolhido à época foi Rui Costa e desde então os dois não se batem bem. 

Rancoroso, possivelmente Rui Costa cobra do petista uma "vingançazinha" pelos aborrecimentos que Caetano, à época provocou ao lançar o próprio nome, ao invés de apoiar a indicação de Wagner e ficar calado, na perfeita linha petista/comunista que não admite lideranças rebeldes. 

Como quem manda é quem está com a caneta, concretizando a tese da vingança política e querendo assumir o comando geral do PT em Camaçari, Rui Costa não teve dúvidas em liquidar o companheiro petista da liderança do partido local, e possivelmente em nível estadual e nacional.

A prova inconteste da tese de vingança política é que Rui nomeou para uma vaga considerada certa para Caetano, o ex-prefeito de Guanambi, no sul da Bahia, 1º suplente da coligação do ex-deputado, Charles Fernandes, que por sua vez também está para ter a sua candidatura julgada pelo TSE, podendo, inclusive, ser considerado inelegível. 

Mas como vingança é vingança, sabe-se nos bastidores que os acertos entre ambos é um só: Mesmo que fique inelegível Rui Costa já garantiu um bom cargo para o companheiro no novo governo.

E para Caetano as saídas são apertadas, sem caneta, sem bastão e sem dinheiro, ou aceita que está sendo empurrado para fora do PT e vai à luta em outro partido, isto a partir de 2024 ou se aposenta. 

Como rei deposto rei morto, aposentado corre o risco ainda, de, como sempre, não ouvir as pessoas certas e indicar um segundo Ademar Delgado da vida e acabar de vez entrando para a história local como apenas mais uma estrela que brilhou e se apagou, sem entretanto se perpetuar na calçada da fama em Camaçari como uma grande liderança, mas, e tão somente, como uma pessoa vaidosa, arrogante e que no final da vida cometeu tantos erros que acabou por se auto implodir. 

É uma questão de opinião tentar voltar ou não a ser o Mister Simpatia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

Post Top Ad

SCB