DIREITO DE RESPOSTA @ Suplente de vereador se defende de acusações de chantagem contra moradores de Imbassaí - Observador Independente

DIREITO DE RESPOSTA @ Suplente de vereador se defende de acusações de chantagem contra moradores de Imbassaí

Compartilhar
Crédito da foto :: Reprodução TSE



O suplente de vereador de Mata de São João, Silvio Belo, se defendeu das acusações feitas por moradores da região. Em nota enviada ao portal, o político classifica como "calúnias e acusações inverídicas" a denúncia de que estaria "chantageando" prepostos das empresas de construção civil que realizam empreendimentos.
Sempre denunciei os crimes ambientais nessa região. Em 2008, iniciei uma luta com a Embasa para retirar o Esgoto Sanitário dos Conjuntos Praia Bela e Vista Bela no Rio Imbassaí com a ajuda da Promotoria de Justiça Especializada em Meio Ambiente Sede Mata de São João, que ordenou o entroncamento na rede da ETI do Iberostar, luta essa que custou dois anos. Também fui o autor da denúncia à construção da Av. Santa Clara em Campinas e embarguei a obra por seis meses devido a obra iniciar sem licença ambiental dos órgãos competentes, com este mesmo senhor que me acusa o responsável pela obra, 
declara Silvio Belo.
Na qualidade de defensor do Meio Ambiente faço parte do Conselho Gestor da Apa Litoral Norte, Membro do Conselho do Parque Klaus Peters, Delegado do Meio Ambiente do Litoral Norte, Delegado de Cidades do Município e Presidente da Associação de Moradores do Barro Branco e Adjacências - ÂMBAR, Presidente do Partido Verde (PV) diretório de Mata de São João, 
continua.
É bom saber que há 42 anos tenho essa militância neste litoral com uma conduta moralizada em todos os atos que participo, continuarei com este mesmo fértil de defensor do Meio Ambiente sempre com o respaldo das Autoridades Constituídas. Ainda em tempo, declaro possuir uma jazida de cascalho e saibro na minha fazenda total documentada com Alvará da PMMSJ e fiscalizada pelo M.P e ANM fornecendo notas fiscais dos fornecimentos de materiais retirados, 
encerra.

Belo também enviou cópias de documentos para mostrar que tem ligação com a causa ambiental. O mais recente deles, um Termo de Posse, traz a informação que ele foi membro titular do Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental do Litoral Norte do Estado em gestão do dia 21 de março de 2016 a 21 de março de 2018. 

Além de certificados de participação em conferências, ele também enviou um diploma da Secretaria do Meio Ambiente, datado de 2005, que o classifica como membro titular do Conselho Gestor da APA no Litoral Norte do Estado. O suplente, no entanto, não enviou uma cópia do alvará da jazida de cascalho e saibro que declara possuir.

Entenda o caso

Um grupo de moradores de Imbassaí procurou a reportagem para denunciar que estão sendo supostamente chantageados pelo suplente de vereador. 
Este sujeito se passa por Delegado da Polícia Civil, anda armado e aterroriza os cidadãos, trabalhadores e prepostos das empresas de construção civil que realizam empreendimentos na região quando o assunto é movimentação de terra e fornecimento de seus agregados (areia, argila e cascalho), 
denuncia um morador da cidade, que prefere não ser identificado.

Ainda segundo os moradores, Silvio Belo estaria vendendo material com o valor acima do mercado "abordando os cidadãos, prepostos e construtores, em suas residências e em seus locais de trabalho, de forma truculenta e ameaçadora, indagando sobre a origem do material adquirido, a origem da jazida e quem os venderam, ameaçando ainda denunciá-los ao Ministério Público por crime ambiental".

Procurada, a Polícia Civil informou que não há registros relativos a este caso, ou com o nome da pessoa em questão. "A delegacia da área não possui registros sobre os crimes alegados na matéria e nem a pessoa em questão", informou a assessoria de imprensa da instituição.




BNews

Post Bottom Ad

VivaABahia