DJ acusado de agredir ex-namorada em Salvador tem prisão decretada - Observador Independente

DJ acusado de agredir ex-namorada em Salvador tem prisão decretada

Compartilhar
Crédito da foto :: Arquivo Pessoal


Suspeito ainda não foi encontrado pela polícia.


O homem acusado de agredir a ex-namorada teve o pedido de prisão expedido pela 1ª Vara da Justiça pela Paz em Casa de Salvador, na terça-feira (29). João René Espinheira Moreira, o DJ Oliver, de 33 anos, é suspeito de ter espancado a advogada Juliana Galdino, 26, no início de janeiro deste ano.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), de Brotas. O suspeito ainda não foi encontrado pela polícia.

Em entrevista à Record TV, o DJ afirmou que tem problema de “pavio curto”. “Infelizmente ela sabe que eu tenho o pavio curto. Ela tem consciência disso. Eu fiz tratamento para esse problema, tenho laudo médico. Se eu for muito provocado, eu posso reagir”, disse na época.

Post Bottom Ad

Apostilas Opção