'Não tenho mais força para trabalhar na TV', diz repórter que denunciou Datena - Observador Independente

'Não tenho mais força para trabalhar na TV', diz repórter que denunciou Datena

Compartilhar
Foto : Reprodução / Catraca Livre


Bruna Drews declarou ainda que não deseja ser indenizada pelo apresentador.


Com depressão, a jornalista Bruna Drews, ex-repórter do programa policial Brasil Urgente, da Band, falou, em entrevista à Revista Veja sobre o processo por assédio sexual que move contra o apresentador Datena. 

À publicação, ela disse que, após o desgaste gerado pelos supostos episódios, não tem mais a intenção de trabalhar como repórter. Ainda, a jornalista afirmou que não deseja ser indenizada pelo apresentador.
Não quero 1 real do Datena, nada mesmo. Sei que se ele for condenado, no máximo vai ter que doar cestas básicas. Vejo a minha carreira destruída, não tenho mais força para trabalhar, não quero mais ir para a TV, 
afirmou.

Bruna também move uma ação trabalhista contra a Band. Ela acusa a emissora de ter sido conivente com as supostas atitudes do apresentador.

Post Bottom Ad

Apostilas Opção