URGENTE @ Suspeito de mandar assassinar Bolsonaro, Jean Wyllys poderá fugir do país - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

25 de janeiro de 2019

URGENTE @ Suspeito de mandar assassinar Bolsonaro, Jean Wyllys poderá fugir do país

Crédito do vídeo :: Reprodução Youtube / Regina Villela 



Uma live publicada na madrugada desta sexta-feira, 25, pela Jornalista investigativa Regina Villela, mostrou ao Brasil e ao mundo dezenas de “incríveis coincidências” que cercam o atentado terrorista ao então candidato Jair Bolsonaro (PSL). 

Com um perfil extremamente agressivo e de viés político ideológico trotskista, ou seja o lado comunista que prega a luta armada, assassinatos, assaltos e outros crimes, o ex-BBB, que se transformou em deputado federal pelo PSOL, certamente terá de se explicar antes de “ir morar nos Estados Unidos” para onde afirmou em suas redes sociais que iria ao deixar o Brasil. 

Na live transmitida pelo Youtube e Facebook com apoio de expoentes da inteligência militar, Regina fez graves denuncias montando toda uma sequencia de fatos que culminaram com a tentativa terrorista para assinar o atual presidente Jair Bolsonaro. 

VIAGEM ÀS PRESSAS 

O até então deputado Wyllys vem anunciando que abandonará o mandato e irá embora para o exterior, o que reforça as afirmações da Jornalista, já que se entende que quem não deve não teme. E o parlamentar tem muito a temer já que sem reeleição e foro privilegiado garantido poderá ser alvo de investigação federal e/ou até mesmo ser preso. 

Faltando apenas seis dias para a posse dos novos eleitos o suposto mandante do atentado terrorista se prepara para ir embora do Brasil, segundo suas declarações nas redes sociais e para a fuga segundo Regina. 

Ela denuncia que para conseguir o intento o deputado tem feito verdadeiro malabarismo para se esconder com dezenas de viagens entre Rio de Janeiro/Brasília, BSB/São Paulo e outras sucessivas viagens rápidas inclusive a países do cone sul.
Segundo Regina Villela um dos apoiadores de Jean Wyllys em sua fuga é o ex-presidente do Uruguai José Mujica


Vale ressaltar que segundo Regina, tudo isso vem sendo orquestrado para confundir um possível monitoramento por parte da Policia Federal e outros organismos de segurança que investigam as supostas ligações com o crime organizado, com Adélio Bispo e outras “ligações perigosas”. 

Ainda segundo a denuncia contida na live, o atentado terrorista contou com um esquema quase perfeito e foi, em parte, acobertado por pessoas supostamente ligadas ao deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal, que, inclusive falsificaram o ingresso do terrorista Adélio às dependências da Casa Legislativa, numa tentativa de encobrir uma possível fuga do criminoso e oferecer a este um álibi. 

Rodrigo Maia por sua vez em declarações à imprensa nesta manhã, saiu em defesa do até então deputado Jean Wyllys, conforme pode ser aferido nas publicações da imprensa brasileira. 

A live foi transmitida pelo Facebbok e misteriosamente foi retirada da página da própria autora das denuncias. Veja o perfil de Regina e os comentários dos internautas.

O Brasil acordou estarrecido com as acusações que foram levantadas e vem provocando ao longo da manhã reações avassaladoras nas redes sociais, inclusive com o anúncio da solicitação de investigação do possível envolvimento na tentativa de assassinato do presidente Jair Bolsonaro, feita publicamente no Twitter pelo cantor Lobão.

Post Top Ad

SCB