Advogados deixam defesa de Dalva Sele - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

SCB

20 de fevereiro de 2019

Advogados deixam defesa de Dalva Sele

Crédito da foto :: Osmar Martins/ Correio




Dalva Sele já teve dois Habeas Corpus negados, além do trancamento da ação indeferido.



Juíza eleitoral da 2ª Zona, Ana Cláudia de Jesus Souza relatou, em despacho publicado no Diário Oficial do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), que a ex-diretora da ONG Instituto Brasil, Dalva Sele Paiva, está sem advogados. 

"Tendo em vista a ausência da acusada e de Defensor por ela constituído, não foi possível a realização do ato processual. Assim, verificando que a ré não foi ainda intimada para constituir novo causídico, muito embora tenha ciência nos autos da renúncia dos advogados anteriores, deixo de decretar a sua revelia a fim de que não sejam alegadas futuras nulidades", diz. 

Dalva Sele sumiu após denunciar supostos desvios do então candidato ao governo Rui Costa (PT). Depois das declarações à revista Veja, Dalva Sele foi para a Europa e nunca mais apareceu para a Justiça brasileira. 

Recentemente, o juiz Fábio Júlio Lemos Calazans, marcou audiência de instrução da acusada. O texto pedia que a ex-diretora fosse notificada nos endereços em Salvador e Anagé, na Bahia. Em 2014, Sele afirmou que um esquema na construção de casas populares era usado pelo PT da Bahia para arrecadas dinheiro de forma irregular para campanhas. 

Dalva Sele já teve dois Habeas Corpus negados, além do trancamento da ação indeferido. Recentemente, a Justiça deu ultimato para que o filho da investigada, Mateus Paiva de Souza, fosse prestar depoimento.

Post Top Ad

SCB