Bahia pode ter projeto que premia prefeitos pela qualidade da gestão de recursos - Observador Independente

Bahia pode ter projeto que premia prefeitos pela qualidade da gestão de recursos

Compartilhar
Crédito da Foto: Imagem Ilustrativa



Um evento que se propõe a premiar os prefeitos que melhor administram recursos públicos em seus municípios deveria ter sido lançado, nesta quarta-feira (20/2), em Salvador, mas acabou não acontecendo. 

O diretor de planejamento da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Antônio Ribeiro, autor do projeto, estava com tudo programado, mas ficou desapontado com uma decisão repentina.
A previsão era fazermos isso ontem, mas, lamentavelmente, o superintendente da Sudene, a dois dias do evento, resolveu cancelar sem qualquer justificativa técnica ou substancial, que pudesse determinar uma decisão como essa,
ponderou.

Segundo Ribeiro, esse projeto decorre da necessidade que todo o país tem de gerir melhor seus recursos públicos e consiste em avaliar a qualidade dos gastos dos municípios, através de três indicadores básicos: o volume de investimentos, volume de gastos sociais, e o equilíbrio financeiro.

Antonio Ribeiro foi informado de que a Sudene descartou a realização do evento na Bahia. 
Foto: Reprodução / TV Aratu



A partir do levantamento desses dados, é atribuída uma nota e, daí, se chega a uma média ponderada que vai classificar e premiar os melhores gestores. Ele garante que o mais importante desse projeto é a sua divulgação, já que o trabalho possibilita a existência de um controle social importante.

Se for colocado na gaveta ele não vai ter muita importância, mas no momento em que toda a sociedade saiba como o seu prefeito está gerindo os recursos, ele ganha nova dimensão. Aqueles que tiverem um bom desempenho, evidentemente, vão levar uma placa de premiação para o seu município e serão reconhecidos pelo feito, diante de suas comunidades, 
comentou.

Por outro lado, os que não forem bem avaliados, seriam, segundo a orientação do projeto, submetidos a uma capacitação: receberiam cursos em finanças públicas para que pudessem melhorar o desempenho em novas edições do projeto.

Com o apoio da Sudene, a iniciativa já foi implantada no estado de Pernambuco, onde foi bem sucedido. Nessa nova edição, o projeto teria as parcerias da TV Aratu, Jornal A Tarde, e da União de Prefeitos da Bahia (UPB).

Ribeiro foi informado de que a Sudene descartou qualquer possibilidade de uma remarcação de data para a realização do evento na Bahia. No entanto, ele considera que, independente dessa decisão, a premiação pode acontecer, se houver interesse e colaboração dos parceiros envolvidos.

Post Bottom Ad

VivaABahia