Bebê de 1 ano que sofreu coma alcoólico após beber cachaça com refrigerante tem alta de hospital, diz polícia - Observador Independente

Bebê de 1 ano que sofreu coma alcoólico após beber cachaça com refrigerante tem alta de hospital, diz polícia

Compartilhar
Suspeito foi preso em flagrante e segue detido na delegacia de Mucuri — Foto: Clóves Neto/ Liberdade News


Segundo a polícia, pai, suspeito de dar doses da bebida alcoólica para filho, continua preso na 8ª Coordenadoria Regional do Interior (Coorpin/Teixeira de Freitas). Mãe será ouvida, mais uma vez, durante a semana.



O bebê de 1 ano que sofreu coma alcoólico após receber doses de cachaça misturadas com refrigerante, em Mucuri, no sul da Bahia, recebeu alta médica nesta terça-feira (19), e passa bem.

O menino estava internado na Unidade Municipal Materno Infantil (Ummi) de Teixeira de Freitas, também no sul do estado. A informação foi divulgada pelo delegado Samuel Martins, que apura o caso.

Conforme a polícia, o pai do bebê, Gleciano de Souza Santos, de 26 anos, foi preso em flagrante suspeito de dar as doses da bebida alcoólica para o filho. Ele nega e disse à polícia que a criança ingeriu a bebida sem ele ver. O rapaz segue detido e está à disposição da Justiça.

O caso ocorreu no domingo (17). A mãe do menino, que não teve a identidade revelada, contou, em depoimento, que o companheiro deu ao bebê algumas doses de cachaça misturadas com refrigerante. Ela ainda afirmou que o filho foi encontrado desmaiado na cama. A criança foi socorrida por policiais militares e levada para o hospital.

Segundo o delegado Samuel Martins, após receber alta, o bebê está aos cuidados da mãe. A mulher deve ser ouvida pela polícia, novamente, nos próximos dias. Também já foram ouvidos os policiais e conselheiro tutelar que atendeu ao caso.

Post Bottom Ad

VivaABahia