Consumidores lotam lojas de material escolar em Feira de Santana - Observador Independente

Consumidores lotam lojas de material escolar em Feira de Santana

Compartilhar
Crédito da foto :: Ney Silva / Acorda Cidade




Numa grande loja na Avenida Senhor dos Passos foram contratados 60 comerciários para atender cerca de dois mil clientes.


Com a aproximação do início do ano letivo nas escolas públicas e particulares, o movimento de consumidores aumentou bastante nos últimos dez dias nas lojas que vendem material escolar. Neste sábado (2) essa movimentação foi mais intensa. Numa grande loja na Avenida Senhor dos Passos foram contratados 60 comerciários para atender cerca de dois mil clientes. A comerciária Emanuelle Oliveira, que trabalha há cinco anos, falou sobre o atendimento.

A gente tenta atender da melhor forma, atendendo a dois ou três clientes de uma só vez e graças a Deus estamos conseguindo dá o melhor, por que a gente não quer só vender, queremos conquistar o cliente. A movimentação foi intensa, acredito por volta de 2 mil pessoas passaram pela loja. Apesar de tudo eu gosto muito dessa movimentação, é um prazer que tenho,
destacou.

A professora Elida Oliveira estava acompanhada da filha Talita. Ela falou dos preços e aconselha as pessoas a pesquisarem. “Os preços estão bem variados. Tem a mercadoria cara, mas se pesquisar encontra mais em conta. Eu passei por várias lojas e percebo a diferença. Alguns produtos com valores muito mais altos”, afirmou.

Gerente de uma loja de material escolar, Robson Brito estava satisfeito com o movimento. “O movimento cresceu nos últimos dias, mas hoje foi o melhor dia. Tivemos que fechar as portas para que os clientes entrassem aos poucos, pois estava muito cheia. Temos três lojas e contratamos aproximadamente 120 funcionários para atender nesse período”, informou.

Também gerente de loja, Maria da Paz acredita que esse crescente movimento é normal porque as pessoas deixam pra comprar em dias mais próximos ao início do ano letivo. “O pessoal sempre deixa para os últimos dias e acaba tumultuando e a gente não consegue atender da melhor forma. Contratamos cerca de 15 pessoas para suprir a demanda”, disse.

Neste domingo, dia 3, as lojas estão autorizadas a funcionar das 9 às 13 horas.

Post Bottom Ad

Apostilas Opção