Governo da Bahia suspende cirurgias e remaneja efetivo para atender demandas do Carnaval - Observador Independente

Governo da Bahia suspende cirurgias e remaneja efetivo para atender demandas do Carnaval

Compartilhar
Crédito da foto :: Divulgação



O governo da Bahia determinou a suspensão de cirurgias eletivas realizadas em sua rede até o final do Carnaval. Na última quarta-feira (20), pacientes internados no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, tiveram que voltar para casa sem realizar procedimentos cirúrgicos que estavam agendados desde dezembro de 2018.

A justificativa apresentada no documento de alta hospitalar de uma das pacientes dizia que, "por ordem do Governo do Estado", as cirurgias eletivas foram canceladas até dia 6 de março, "visando manter o hospital de resguardo durante o período festivo para possíveis emergências".

Em comunicado a outra unidade de saúde, a ordem para suspender cirurgias é assinada pelo secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, conforme denunciou o deputado estadual Alan Sanches (DEM), vice-presidente da Comissão de Saúde da AL-BA.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) afirmou que "cirurgias eletivas, que são programadas, podem ser realizadas em momento oportuno, quando não há prejuízo para o paciente".

Os atendimentos de urgência e emergência são mantidos regularmente, mesmo durante o Carnaval. E, neste período, haverá o reforço nos plantões em hospitais da capital e do interior para atender possíveis ocorrências de maior gravidade do Carnaval, 

encerra a nota.

ESTRUTURA - Pacientes do HGCA também reportaram condições precárias nos fundos da unidade. "A fachada está linda, mas lá no fundo é calor, sujeira, tudo acabado", relatou uma paciente.

A Sesab não respondeu sobre os problemas estruturais da unidade denunciados por pacientes através de fotos.




As informações são do BNews

Post Bottom Ad

Apostilas Opção