Historiadora Lilia Schwarcz reage a foto publicada pela diretora da Vogue Brasil - Observador Independente

Historiadora Lilia Schwarcz reage a foto publicada pela diretora da Vogue Brasil

Compartilhar
Crédito da foto :: Reprodução



"Alguém me explique o que faz uma pessoa se vestir de sinhá, e ficar recebendo os convidados ao lado de duas mucamas?", indagou a escritora.



A escritora e historiadora Lilia Schwarcz se pronunciou diante da foto publicada pela diretora da Vogue Brasil, Donata Meirelles, na qual mulheres negras aparecem vestidas com roupas que remetem às de escravas, em sua festa de aniversário realizada ontem (08).

Schwarcz define a situação como racismo estrutural: "um racismo tão enraizado que parece invisível". "Alguém me explique o que faz uma pessoa se vestir de sinhá, e ficar recebendo os convidados ao lado de duas mucamas? Muito triste esse nosso país que cria essa falsa nostalgia de um passado romântico que jamais existiu. O dia a dia da escravidão foi duro e violento. Não há nada para comemorar ou celebrar. Melhor é refletir e mudar. Todos juntos", conclui a professora da USP, que também é co-autora de um dicionário sobre a escravidão na atualidade.

O post também foi alvo de críticas da cantora Joyce Fernandes e da jornalista baiana Rita Batista.

Post Bottom Ad

VivaABahia