Juiz rejeita pedido contra torcida única no Ba-Vi da Copa do Nordeste - Observador Independente

Juiz rejeita pedido contra torcida única no Ba-Vi da Copa do Nordeste

Compartilhar
Crédito da foto :: Lucas Melo/AGBA Press



O pedido havia sido feito ontem (31) e requisitava que a diretoria do Bahia e o governo do Estado garantissem a presença da torcida rubro-negra na praça esportiva.



O juiz Leo André Cerveira, da 13ª Vara do Sistema de Juizado Especial de Salvador, rejeitou o pedido de torcedores do Vitória contra a torcida única no clássico Ba-Vi da Arena Fonte Nova, marcado para o próximo domingo (3), pela Copa do Nordeste. O pedido havia sido feito ontem (31) e requisitava que a diretoria do Bahia e o governo do Estado garantissem a presença da torcida rubro-negra na praça esportiva.

Na decisão, o magistrado negou a liminar sob o fundamento de que envolve questões de segurança, tomando como base a aceitação dos clubes na torcida única. De acordo com o advogado Diego Assis, integrante do grupo que propôs a ação, a decisão do juiz há pontos positivos.

A decisão já era esperada, mas a grande vitória é ter no indeferimento da cautelar o reconhecimento do nosso direito. A recomendação do Ministério Público que instituiu a torcida única não acabou com a violência nos dias de clássicos e elas seguem ocorrendo onde sempre ocorreram, com a diferença de que torcedores como eu e meus colegas envolvidos na ação, sem qualquer histórico de participação nos atos citados, nos vemos impedidos de acompanhar nossa principal paixão. A denúncia feita pelo magistrado de que os clubes parecem cômodos com a situação que vive o futebol do estado da Bahia, e nessa ação nós queríamos demonstrar exatamente isso, que nós, torcedores, não estamos. Vamos avaliar os próximos passos, mas não vamos desistir, 
disse o jurista.

Post Bottom Ad

VivaABahia