Produtores recebem incentivos para Barra do Choça continuar como “Capital do Café” - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

27 de fevereiro de 2019

Produtores recebem incentivos para Barra do Choça continuar como “Capital do Café”

Crédito da Foto: ilustrativa/Pexels



“Pretinho”, “menor”, “expresso”… Não importa como você o chame, mas, provavelmente, o café faz parte da sua vida, afinal, é uma das bebidas preferidas dos brasileiros. E se o Brasil é seu país, a capital – definitivamente – é na Bahia: Barra do Choça. O município no sudoeste baiano é conhecido como a “Capital do Café”.

O “título” veio por conta da produção e comercialização do grão na região, que fortalece o empreendedorismo e a agricultura familiar. A Cooperativa Mista dos Pequenos Cafeicultores de Barra do Choça (Cooperbac), por exemplo, que existe há 12 anos, conta, atualmente, com um quadro de 155 agricultores familiares cooperados. Desde 2018 o projeto ganhou a assistência técnica e extensão rural (Ater), do Bahia Produtiva, projeto do Governo do Estado. De lá pra cá, a produção melhorou significativamente, como explica a presidente da Cooperbac, Joahra Oliveira.

Presidente da Cooperbac, Joahra Oliveira / Crédito da foto: Camila Souza/GOVBA
Conseguimos agregar valor ao café e verticalizar a produção. Temos, hoje, equipamentos de última geração, além da oportunidade de criar novas marcas”, conta Joahra, sócia da cooperativa desde 2010 e no cargo de presidente há dois. Além das marcas “Café Cooperbac” e “Tia Regi”, a sociedade está se preparando para lançar uma marca gourmet, graças ao apoio da Bahia Produtiva, por meio de um plano de negócios.

A presidente destaca que a cooperativa já recebia, antes, apoio do Governo do Estado, através do “Vida Melhor”. Na época, a produção era terceirizada, mas, com 15 milhões de quilos de café sendo produzidos por ano, era preciso sair da terceirização. “Com o Bahia Produtiva conseguimos construir nossa agroindústria”, diz.
Não tínhamos maquina de empacotar a vácuo e laboratório de degustação, o que fazia com que perdêssemos comercialização. Com o projeto, temos, agora, um laboratório de última geração e ampliamos o nosso leque de maquinários, 
afirma Joahra.

Os recursos permitem, ainda, o desenvolvimento de um software para a qualificação da gestão. A aplicação dos investimentos resultará no desenvolvimento da linha do café gourmet e vai possibilitar a absorção da produção de mais de nove mil agricultores na região.

“O Bahia Produtiva nos incentiva desde a produção, na roça, até a comercialização. Suprimos, hoje, as necessidades do produtor e da indústria”, conclui a presidente da Cooperbac.

BAHIA PRODUTIVA

Projeto do Governo do Estado da Bahia, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), a partir de Acordo de Empréstimo firmado entre o Estado e o Banco Interamericano de Reconstrução e Desenvolvimento (Banco Mundial).

“Eu venho tanto para prestar assistência técnica quanto na emissão de declaração para os associados. Isso credencia eles a participar de políticas públicas”, destaca Gabriel Fernandes, engenheiro agrônomo da secretaria.

Por meio do Bahia Produtiva são ­financiados (sem reembolso) subprojetos de inclusão socioprodutiva e de abastecimento de água e saneamento domiciliar, de interesse e necessidades das comunidades de baixa renda da Bahia.

Post Top Ad

SCB