Professora é assassinada em Juazeiro; suspeita inicial é de latrocínio - Observador Independente

Professora é assassinada em Juazeiro; suspeita inicial é de latrocínio

Compartilhar
Professora Élida (reprodução whatsapp)




Informações dão conta do assassinato da professora Élida Souza, nas imediações do CSU – Centro Social Urbano, entre os bairros Alto do Alencar e Castelo Branco, em Juazeiro (BA).

Ela trabalhava em um estabelecimento de ensino particular e foi morta por vários disparos de arma de fogo por elemento que estava em uma motocicleta. No momento do ocorrido, a professora estava acompanhada do marido e da filha.

Lázaro, do Grupo Metanóia, marido da vítima, foi atingido de raspão. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro. Em conversa com alguns colegas onde Élida trabalhava a suspeita inicial é que tenha sido um latrocínio (roubo seguido de morte), mas a reportagem ainda não conseguiu falar com a autoridade policial.

O fato ganhou grande repercussão nas redes sociais e provocou grande comoção em toda cidade.




As informações são do Blog Geraldo José/Juazeiro

Post Bottom Ad

VivaABahia