Profissionais da UPAE/IMIP Petrolina participam de capacitação sobre Vigilância das Arboviroses da Rede de Urgência e Emergência - Observador Independente

Profissionais da UPAE/IMIP Petrolina participam de capacitação sobre Vigilância das Arboviroses da Rede de Urgência e Emergência

Compartilhar
Crédito da foto :: Anna Monteiro-Hospital Dom Malan Imip





Profissionais de saúde da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) participaram, na quarta-feira (20.02), de uma capacitação sobre Vigilância das Arboviroses na Rede de Urgência e Emergência.

O evento foi promovido pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES) e aconteceu no auditório da secretaria no Recife, sendo transmitido por videoconferência para as gerências regionais. Os profissionais da UPAE assistiram na sede da VIII Geres, acompanhados de enfermeiros e médicos da atenção básica do município.

A capacitação teve como objetivo reunir os profissionais de saúde dos serviços de urgência e emergência do estado para tratar do manejo clínico do paciente suspeito de estar infectado por alguma arbovirose, 

esclarece a enfermeira gerente do Pronto Atendimento de Petrolina, Juliana Carvalho.

Na oportunidade, a gerência de Urgência e Emergência e de Controle das Arboviroses da SES também apresentou a atual situação epidemiológica do estado e reforçou os sinais e sintomas característicos da dengue, chikungunya e zika. A febre amarela também foi abordada, apesar do estado não ser área de risco. 

Já a gerente do Programa de Controle das Arboviroses da SES, Claudenice Pontes, destacou que este ano houve um aumento do número de notificações no sertão (do qual Petrolina faz parte) e que, por isso, a população da região está mais suscetível. 

"É importante que as equipes de saúde fiquem alertas em seus serviços para notificar e tratar em tempo oportuno os casos suspeitos. Isso é essencial para evitar o agravamento do quadro e óbitos", advertiu. As orientações foram acolhidas pelos profissionais da UPAE, que serão multiplicadores dentro do serviço.

Até o dia 16 de fevereiro foram notificados seis óbitos por arboviroses em Pernambuco. Cinco casos envolvendo pacientes do sexo masculino e um do sexo feminino. Portanto, é bom ficar vigilante e atento aos sintomas.

Mais informações sobre o panorama das arboviroses no estado AQUI.




Post Bottom Ad

Apostilas Opção