Projeto artístico Iris oferece oficinas gratuitas para jovens no bairro Maringá, em Juazeiro - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

4 de fevereiro de 2019

Projeto artístico Iris oferece oficinas gratuitas para jovens no bairro Maringá, em Juazeiro

Crédito da foto :: Mayane Santos Foto: Gabriel Gomes / Divulgação




Com o intuito de trabalhar o olhar e as percepções acerca da comunidade em que se está inserido por meio da arte urbana, como lambe-lambe, stencil, grafite, entre outras linguagens, o projeto Íris está promovendo oficinas gratuitas no bairro Maringá, em Juazeiro-BA. As ações, que antes eram realizadas na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), agora passam a acontecer no Espaço Três Tâmaras, localizado na rua João Cabral de Melo Neto, aos sábados, a partir das 15h.

As oficinas possuem como público-alvo adolescentes e jovens, de 15 a 25 anos, porém, sendo abertas a toda a comunidade. Não é necessário fazer inscrição. Os materiais utilizados para as produções artísticas também são disponibilizados nas oficinas. 

O objetivo do projeto é promover a capacitação de jovens e adultos para atividades culturais e artísticas, incentivar e cativar o vínculo do jovem com a arte de maneira que estas tenham participação efetiva em suas vidas pessoais, além de elaborar ações sociais nesse território.

O Íris é uma realização de estudantes do curso de Artes Visuais da Univasf e nasceu a partir da elaboração de um projeto escrito na disciplina de Metodologia do Ensino de Artes Visuais. Em 2018, foi contemplado com o edital Usinas Culturais, passando a ser executado na comunidade através de parceria com o Grupo Amigos do Bairro Maringá, coletivo social que realiza ações e eventos nessa localidade.

Segundo o estudante de Artes Visuais e integrante do coletivo Íris, Gabriel Gomes, a escolha em realizar as atividades no bairro Maringá partiu da necessidade de descentralizar as produções artísticas para além do ambiente universitário. "Além disso, há uma relação próxima de convivência entre os integrantes do grupo com esse local, por sermos moradores de lá", afirma.

Em atividade desde o ano passado, além das oficinas, o projeto realizou no mês de dezembro, em parceria com artistas e grupos locais a primeira edição do "Íris na Rua". A ação contou, em sua programação, com pintura coletiva em casas do bairro, apresentações de dança, exibição de filmes e atrações musicais.



Você e mais 133 mil pessoas estão recebendo esta matéria por sistema de Whatsapp. Se não quiser continuar recebendo mande solicitação de retirada do seu nome da listagem.

Biblioteca