Suspeitos de matar assessor da Prodeb têm prisão preventiva decretada pela Justiça - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

25 de fevereiro de 2019

Suspeitos de matar assessor da Prodeb têm prisão preventiva decretada pela Justiça

Crédito da foto :: Radar da Bahia / Reprodução



Homens foram denunciados pelo Ministério Público pelo crime de latrocínio, roubo seguido de morte.




A Justiça decretou a prisão preventiva de dois homens suspeitos de participar da morte do assessor da Companhia de Processamento de Dados do Estado (Prodeb), Michel Batista de Sá. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (25), no entanto, os decretos saíram em 11 de fevereiro. Os suspeitos foram denunciados pelo Ministério Público (MP-BA) pelo crime de latrocínio, roubo seguido de morte.

Conforme o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), as denúncias contra eles foram aceitas em 31 de dezembro. De acordo com o MP, os outros dois homens são suspeitos, juntamente com Gabriel Bispo dos Santos, de participação no crime. Em novembro do ano passado, Gabriel foi detido após ter sido encontrado na cidade de Pomerode, em Santa Catarina. Ele confessou participação no golpe, mas negou que tenha assassinado a vítima.

Michel foi encontrado morto em 17 de agosto, Rua Tamburugy, atrás do Shopping Paralela, após tentar vender um carro para um dos suspeitos. As investigações apontam que ele pode ter sido torturado antes de ser morto. Segundo informações do Jornal Correio, o pai da vítima alegou ter visto o rosto do filho deformado, com um tiro na boca e ainda com “os testículos massacrados”.

De acordo com a polícia, o cartão da vítima chegou a ser usado pelos suspeitos para fazer compras em um mercado e ainda para comprar dois celulares. O carro que a vítima iria vender para o homem foi encontrado no dia seguinte ao crime, no bairro do Cabula.

Post Top Ad

SCB