Beto Richa, do PSBD, é preso pela terceira vez acusado de desviar R$ 22 milhões - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

19 de março de 2019

Beto Richa, do PSBD, é preso pela terceira vez acusado de desviar R$ 22 milhões




Rita CS Jesus



Beto Richa (PSDB), ex governador do estado do Paraná, foi preso pela terceira vez na manhã desta terça-feira (19/3). De acordo com o UOL, o tucano é acusado de desviar recursos do governo estadual. A ação faz parte da Operação Quadro Negro, que investiga esquema de fraudes em obras de escolas públicas.

Ainda segundo o site, Richa teve a prisão preventiva decretada por suspeita de obstrução de justiça, e de ser o principal beneficiado em esquema de corrupção, que desviou R$ 22 milhões em obras de escolas. O extravio teria ocorrido durante os dois primeiros mandatos do psdebista, que foi de 2011 a 2018.

O juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, responsável por decretar a prisão de Richa, afirmou que há indícios suficientes do envolvimento do ex governador no crime – como depoimentos de delatores, laudos que comprovam as fraudes nas obras, e assinaturas do próprio acusado em aditivos de contratos.

O Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) também cumpre mandados de busca e apreensão em três imóveis do tucano, incluindo duas casas na praia. Richa também já foi detido durante desdobramentos da Operação Lava Jato.



Crédito da Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Post Top Ad

SCB