CHEGAMOS AO FUNDO DO POÇO @ Bernardinho pede desculpa após chamar jogadora trans de homem; “não foi a intenção” - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

27 de março de 2019

CHEGAMOS AO FUNDO DO POÇO @ Bernardinho pede desculpa após chamar jogadora trans de homem; “não foi a intenção”


O técnico do time Sesc-RJ, Bernardinho, se desculpou por ter chamado a jogadora (sic) transexual do Sesi-SP, Tifanny Abreu, de homem durante uma partida da Superliga feminina da última terça-feira (27/3). O caso ganhou má repercussão após um time que luta pelas causas do grupo LGBTQI+ divulgar o trecho.

Após a jogadora aproveitar o bloqueio do time rival e marcar um ponto, o técnico, irritado, reclamou. “Porr*, um homem é foda!”. O momento foi flagrado durante a transmissão televisiva do jogo. O Sesc-RJ, time comandado por Bernardinho, foi eliminado da Superliga pelo Sesi-SP por 3 sets a 1.

Partindo em defesa da "jogadora", o time “Angels Volley” publicou o vídeo, acompanhado de uma legenda protestando sobre a aceitação da atleta no esporte. Tifanny é a primeira  (sic) jogadora transexual a jogar no vôlei profissional brasileiro. 

Na publicação, Bernardinho disse não ter tido a intenção de ofender a atleta. “Me referia ao gesto técnico e controle que ela tem, comum aos jogadores do sexo masculino e que a maior parte das jogadoras não tem”, explicou.

“Sempre trabalhei e tentei ajudar com meu trabalho diversos jogadores e jogadoras sem qualquer tipo de preconceito. A Tifanny, dou meus parabéns pela grande atuação e conquista. E a todos que se sentiram ofendidos, reitero minhas desculpas pois jamais foi a minha intenção”, finalizou Bernardinho ao se desculpar. 

A jogadora (sic) não se pronunciou sobre o assunto.



Crédito da Foto: divulgação/Uol


Biblioteca