Setor de serviços na Bahia cresce mais que a média nacional em janeiro, diz IBGE - Observador Independente

Setor de serviços na Bahia cresce mais que a média nacional em janeiro, diz IBGE

Compartilhar
Foto : Divulgação



Em comparação com o mesmo mês de 2018, porém, resultado é negativo, assim como no acumulado de 12 meses encerrados em janeiro.



O volume do setor de serviços na Bahia cresceu 3,7% de dezembro do ano passado para janeiro deste ano, de acordo com dados divulgados hoje (15) pelo IBGE. O resultado é muito superior à média nacional, que apresentou queda de 0,3%.

No entanto, na comparação com o mesmo período de 2018, o setor de serviços teve pior resultado, apresentando queda de 3,0%. No acumulado dos 12 meses encerrados em janeiro, também há queda de 3,2%, diferente da média nacional, que teve variação positiva de 0,3%.

Frente a janeiro de 2018, todos os cinco grupos de atividades de serviços tiveram queda na Bahia, sendo que os serviços de informação e comunicação (-6,3%) e os serviços prestados às famílias (-5,2%) foram os que mais contribuíram para o resultado negativo. O segmento de informação e comunicação fechou 2018 como a principal influência negativa dos serviços baianos, com retrações seguidas há um ano e meio, desde julho de 2017.

Já os serviços ligados ao turismo tiveram queda tanto em relação a dezembro (-2,1%) quanto frente a janeiro de 2018 (-4,4%). Ambos os resultados ficaram significativamente abaixo da média nacional. No Brasil como um todo, o segmento cresceu 3,2% entre dezembro e janeiro deste ano e 3,8% na comparação com janeiro de 2018.

O desempenho do turismo baiano em janeiro foi também o terceiro pior dentre os 12 estados onde esse grupo de atividade é investigado separadamente, tanto na comparação com dezembro quanto frente a janeiro de 2018. Foi o pior janeiro para as atividades ligadas ao turismo no estado desde 2012, quando a queda foi de -5,1%.

Post Bottom Ad

Apostilas Opção