TRF4 nega soltura de baiano que gerenciou a Transpetro e foi preso pela Lava Jato - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

26 de março de 2019

TRF4 nega soltura de baiano que gerenciou a Transpetro e foi preso pela Lava Jato


O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), segunda instância para os casos da Lava Jato originados da Justiça do Paraná, negou habeas corpus para o ex-gerente regional da Transpetro no Nordeste, o baiano José Antônio de Jesus. As informações foram publicadas pela coluna Satélite, do jornal Correio, nesta terça-feira (26).

Em sua decisão, o juiz federal Danilo Pereira Júnior disse não haver qualquer ilegalidade na prisão e ressaltou os riscos de libertar José Antônio. Em especial, pela “ausência de rastreamento e recuperação dos R$ 7 milhões desviados (...), o que possibilita a prática de novos atos de branqueamento de capitais”. 

Preso preventivamente desde 24 de novembro de 2017, José Antônio foi detido em Camaçari durante a 47ª fase da Lava Jato, a Operação Sothis, deflagrada para investigar um esquema corrupção e lavagem que movimentou mais R$ 7 milhões. Parte do dinheiro, revelou o ex-gerente à Justiça, foi desviada para políticos do PT da Bahia. Em julho de 2018, o ex-dirigente da subsidiária da Petrobras foi condenado a 12 anos de detenção.



Crédito da foto :: Divulgação PF / Arquivo

Post Top Ad

SCB