“VELHOS NÃO TEM QUE ESTAR NOS LEITOS DOS HOSPITAIS, TEM QUE MORRER EM CASA”. Declaração foi do Secretário de Saúde do Estado e repercutiu negativamente em Juazeiro - Observador Independente

“VELHOS NÃO TEM QUE ESTAR NOS LEITOS DOS HOSPITAIS, TEM QUE MORRER EM CASA”. Declaração foi do Secretário de Saúde do Estado e repercutiu negativamente em Juazeiro

Compartilhar


Do Blog Geraldo José/Juazeiro


Causou indignação aos ouvintes e internautas do Programa Geraldo José (Transrio FM) a fala esclarecedora do presidente do Conselho Municipal de Saúde Robson Vieira Pereira, conhecido popularmente por Robson do CEPREV, a respeito da audiência com o Secretário de Saúde da Bahia Fábio Vilas-Boas, no dia 26 de fevereiro, no gabinete do secretário em Salvador.

O evento contou com a presença do prefeito de Juazeiro Paulo Bomfim que esteve acompanhado pelos deputados Zó e Roberto Carlos, pela secretária de Saúde do município Fabíola Ribeiro, pela vereadora Neguinha da Santa Casa, que é a presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores e pelo presidente do Conselho Municipal de Saúde, Robson do CEPREV.

No release enviado pela assessoria do prefeito a informação é de que Paulo Bomfim apresentou ao gestor estadual de Saúde todas as demandas que atingem não só Juazeiro como também toda a região Norte da Bahia. Como exemplos, o descredenciamento do Hospital SOTE, a Rede PEBA, a superlotação e mais investimentos para os hospitais Materno-Infantil e o Regional.

Na versão apresentada hoje (19) por Robson do CEPREV a audiência só não foi totalmente um fiasco em razão da sequência da agenda com a sub-secretária. 

Mesmo com a agenda estabelecida antecipadamente o secretário Fábio Vilas-Boas não quis nos receber. Ela é uma pessoa muito ignorante, nos tratou muito mal e fez até um comentário infeliz quando disse que os nossos hospitais aqui ficavam superlotados de velhinhos e esses velhos são gagás e tem que morrer em casa. Segundo ele este é um problema social e que esses velhos têm que ir pra casa, lugar de velho é em casa não é nos leitos dos hospitais,
revelou o presidente do Conselho de Saúde de Juazeiro.

Ainda segundo Robson os deputados, o prefeito, a secretária e a vereadora apesar de indignados não se manifestaram e o Conselho de Saúde de Juazeiro está avaliando a possibilidade de uma “Moção de Repúdio” ao Secretário de Saúde da Bahia, cujo governo se diz aliado da gestão Paulo Bomfim.



Crédito das fotos :: Geraldo José / Juazeiro

Post Bottom Ad

VivaABahia