ALERTA MÁXIMO NA BAHIA @ Professora baiana cai em golpe e perde R$ 90 mil na compra de carro na Fiori, em Salvador - Observador Independente

ALERTA MÁXIMO NA BAHIA @ Professora baiana cai em golpe e perde R$ 90 mil na compra de carro na Fiori, em Salvador

Compartilhar

A compra de um carro, sonho de consumo de uma professora baiana, tornou-se um verdadeiro pesadelo. Em entrevista ao site BNews, de Salvador, a vítima, que prefere não ser identificada, relata que desembolsou R$ 90 mil na aquisição de um Jeep Compass, modelo 2019, negociado na concessionária Jeep-Fiori, localizada na Avenida Luís Viana Filho, em Salvador. A suposta compra foi feita em janeiro deste ano, mas o veículo nunca foi adquirido.

Para reportagem, ela conta que procurou a concessionária após visualizar um anúncio na internet. Ao site, a professora detalha que foi convencida de que estaria realizando uma transação segura, já que em todo o trâmite da venda foi ratificado por mais de um funcionário da loja. Na oportunidade, segundo a educadora, foram feitas apresentações do veículo e autorização expressa, registrada por mensagem de celular, para que fosse feito o pagamento na conta do anunciante. 
A Jeep havia confirmado o pagamento do veículo em seu sistema, emitindo nota fiscal autenticada em meu nome. Confiante que o negócio era seguro, para ter subsídio a realizar a transação, vendi meu antigo veículo, e fiz a transferência do valor para as contas bancárias indicadas, 
relata.

Após a compra, a vítima recebeu uma ligação do gerente da concessionária, explicando que a loja havia se equivocado ao constatar o suposto pagamento feito em seu sistema, e que eles teriam sido vítimas de um golpe. O gerente ainda teria orientado a cliente que procurasse um advogado. Segundo a professora, depois do episódio, a concessionária não tem se disponibilizado para que o problema seja resolvido, e chegou a culpá-la pelo golpe.

“Estou sem carro e sem dinheiro. Sou uma professora que juntou suas economias. Eu vendi meu antigo carro para poder comprar esse. Estou dormindo a base de remédio”, disse a professora bastante emocionada.

Diante da situação ela acionou a Justiça. A primeira audiência do caso acontecerá nesta quarta-feira (3).


Crédito da foto :: Reprodução / Google Street View - Matéria original BNews



Post Bottom Ad

VivaABahia