Avenida Mãe Stella de Oxóssi, em Salvador, ganha esculturas da ialorixá e de Oxóssi - Observador Independente

Avenida Mãe Stella de Oxóssi, em Salvador, ganha esculturas da ialorixá e de Oxóssi

Compartilhar


Obra do escultor Tatti Moreno é composta por duas esculturas confeccionadas em resina de poliéster e fibra de vidro. Inauguração foi na manhã desta terça-feira (9). Orixá de quase 7m e imagem de Mãe Stella de Oxóssi são inauguradas em avenida com nome da Ialorixá em Salvador.

***

Uma obra de arte composta por esculturas do orixá Oxóssi e de Mãe Stella, uma das principais ialorixás do país, que faleceu em 2018, foi inaugurada na manhã desta terça-feira (9), em Salvador.

As esculturas foram instaladas no início da Avenida Mãe Stella de Oxóssi, via que liga a Av. Paralela à orla do bairro de Stella Maris. Antes chamada de Alameda Praia do Flamengo, a Av. Mãe Stella de Oxóssi possui 3,2 km de extensão e 10,5m de largura e duas faixas.

A escultura é uma homenagem à memória da mãe de santo, mulher, sacerdotisa e conhecedora dos cultos e tradições do candomblé. A obra, do escultor Tatti Moreno, é composta por duas esculturas confeccionadas em resina de poliéster e fibra de vidro. O orixá Oxóssi tem 6,50 metros, quanto Mãe Stella de Oxóssi tem 2 metros.

Oxóssi é um dos principais orixás do candomblé, ligado à natureza e responsável por prover as refeições de todos, além de ser um forte guerreiro e grande sábio. Oxóssi, que é caçador, carrega um arco e flecha.

O equipamento conta ainda com uma placa QR Code, que foi instalada pela Fundação Gregório de Mattos, em uma iniciativa do projeto #Reconectar. Com isso, a população poderá acessar informações do monumento ao aproximar um celular ou tablet com leitor para o código. Em seguida, um link se abre dando acesso à ficha com os dados e um resumo sobre os personagens retratados na obra.


Crédito da foto ::  Cid Vaz/TV Bahia / Reprodução

Post Bottom Ad

VivaABahia