Companhia Balançarte celebra a dança com apresentações em Petrolina - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

27 de abril de 2019

Companhia Balançarte celebra a dança com apresentações em Petrolina


Projeto 'Batuques nos terreiros' leva espetáculo para diversos espaços da cidade,

No mês da dança, abril, a Cia. Balançarte reafirma o seu olhar para a comunidade realizando atividades em Petrolina-PE. A companhia iniciou o projeto 'Batuques nos terreiros', levando apresentações do espetáculo de forma gratuita para bairros da cidade, além de atividades formativas. Hoje, sábado (27), a apresentação será na Associação das Mulheres Rendeiras do Bairro José e Maria, às 19h.

'Batuques' é o mais recente trabalho da Balançarte, que faz uma celebração ao povo negro em uma obra que une dança e música. "Projetos como esse aproximam a arte, no nosso caso a dança, a um público que não teria acesso a este tipo de atividade se ela ficasse centralizada ou apenas nos espaços comumente utilizados para esse fim. Adentrar os espaços alternativos é imprescindível para o despertar da importância do acesso à arte e a cultura", afirma Marcos Aurélio, diretor da companhia. Depois da apresentação, o público poderá participar de um bate-papo com os intérpretes e o diretor.

Criado em 2016 de forma independente, 'Batuques' cumpre sua primeira grande temporada, após aprovação no Edital Funcultura Geral 2016/2017. 

Um projeto como esse torna acessível e prolonga o tempo de vida de um trabalho, que geralmente após apresentado por algumas temporadas tende a ser arquivado e deixado de lado pelos grupos (...). Oferece a oportunidade de vivência e maturação do trabalho de repertório do grupo, 
comenta o diretor. 

O primeiro bairro que recebeu o projeto foi o Rio Corrente, em março, quando além do espetáculo foi montada uma exposição sobre a pesquisa do grupo e realizada uma mesa-redonda com representantes de grupos negros.

Abril também é o mês de aniversário da companhia, que há 13 anos realiza um trabalho com danças populares e contemporânea no Sertão do São Francisco. Depois do bairro José e Maria, ainda devem ser atendidas as comunidades do bairro João de Deus, Ilha do Massangano e a Escola de Referencia em Ensino Médio Clementino Coelho (EREMCC).


Crédito da foto :: Ascom Balançarte / Divulgação

Post Top Ad

SCB