ESTÁ EXPLICADO @ Recusa de caciques em indicá-lo a secretaria teria motivado saída de Isaac do PCdoB - Observador Independente

ESTÁ EXPLICADO @ Recusa de caciques em indicá-lo a secretaria teria motivado saída de Isaac do PCdoB

Compartilhar

O pano de fundo para a saída do ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, do PCdoB pode ter sido a recusa de caciques da legenda em indicá-lo ao primeiro escalão do governador Rui Costa (PT), segundo informou uma fonte do núcleo governista. 

A vaga foi preenchida pelo suplente de senador e presidente do partido, Davidson Magalhães, nomeado para a Secretaria do Trabalho (Setre). Nesta segunda-feira (8), Isaac Carvalho selou desembarque das fileiras comunistas. Em nota enviada à imprensa, escreveu que a decisão “em nenhum momento foi movida por descontentamentos pessoais”. 

Na semana passada, o portal BNews de Salvador, antecipou as movimentações que culminaram hoje na saída oficial de Isaac do PCdoB e seu eventual desembarque no PSD.

Na noite desta segunda, o presidente do PSD na Bahia, senador Otto Alencar, negou que tenha feito qualquer aproximação para acolher Carvalho nos quadros pessedistas. 

“Nunca teve convite da minha parte, nunca falou comigo. Se ele desejar vir, quiser conversar, pode vir falar comigo. Não estimulei sua saída e não fui responsável por isso”, afirmou Otto, ao apontar para a relação que mantém com o PCdoB no conselho político do governador Rui Costa. 

Isaac Carvalho foi eleito deputado federal com 100.549 mil votos, mas não chegou a assumir a cadeira na Câmara dos Deputados porque o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Joel Ilan Paciornik, manteve a condenação que havia contra ele por desvio de verba na prefeitura de Juazeiro.


Crédito da foto :: Arquivo


Post Bottom Ad

VivaABahia