Governadores do Sul e Sudeste assinam carta a favor da reforma da Previdência, mas defendem alterações - Observador Independente

Governadores do Sul e Sudeste assinam carta a favor da reforma da Previdência, mas defendem alterações

Compartilhar

De acordo com o documento, "atualizar a previdência brasileira é o primeiro passo no conjunto de reformas necessárias para assegurar a estabilidade fiscal".

***

Governadores dos sete estados do Sul e do Sudeste assinaram, na manhã deste sábado, uma carta em apoio à reforma da Previdência. Em reunião do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud) no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, João Doria (PSDB-SP), Romeu Zema (Novo- MG), Renato Casagrande (PSB-ES), Eduardo Leite (PSDB-RS), Carlos Moisés (PSL-SC) e dos vice-governadores Cláudio Castro (PSC-RJ) e Darci Piana (PSD-PR) indicaram que a mudança no sistema de aposentadorias é fundamental.

"Atualizar a previdência brasileira é o primeiro passo no conjunto de reformas necessárias para assegurar a estabilidade fiscal da União, Estados e Municípios", afirmou o documento, lido por Doria.

No entanto, governadores criticaram alguns pontos da proposta do governo federal que tramita no Congresso. Eduardo Leite afirmou que a proposta da equiparação das alíquotas de policiais à prevista para os militares, de 7,5% a 10,5%, pode prejudicar as contas de estados.

Renato Casagrande, único governador de esquerda das duas regiões, afirmou que a reforma não pode descuidar das questões sociais e, em linha com o que ocorre com outros partidos de oposição ao governo Bolsonaro, afirmou que é contrário a quatro pontos: mudanças na aposentadoria rural, alterações no Regime de Benefício Continuado, na desconstitucionalização da legislação previdenciária e no regime de capitalização.

Foto : Itamar Aguiar / Agência O Globo

Post Bottom Ad

Apostilas Opção