Homem suspeito de tentar matar ex e assassinar primo da vítima por ciúme na BA é transferido para presídio - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

15 de abril de 2019

Homem suspeito de tentar matar ex e assassinar primo da vítima por ciúme na BA é transferido para presídio


Crime ocorreu no município de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado. Segundo policia, suspeito não aceitava fim de relacionamento e acreditada que vítimas tinham caso. Manoel Vieira dos Santos foi preso suspeito de assassinar o primo e tentar matar a ex-companheira.

***

O homem suspeito de tentar matar a ex-companheira e assassinar o primo da vítima por ciúme, na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, foi transferido para o Conjunto Penal do município. A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta segunda-feira (15).

O homem foi preso na sexta-feira (12). Ele teve mandado de prisão preventiva cumprido pela polícia, após investigações. Manoel Vieira dos Santos segue à disposição da Justiça.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito cometeu o crime na última segunda-feira (8), porque acreditava que a ex-companheira tinha um envolvimento amoroso com o primo dela.

Conforme a polícia, Manoel não aceitava o fim do relacionamento de 20 anos com a mulher e, desde a separação, há dois anos, passou a persegui-la, mesmo tendo uma medida protetiva contra ele.

Segundo a polícia, a ex-companheira da vítima, que não teve o nome divulgado, foi atacada no centro da cidade. Já o primo dela, identificado como Jorge Marcos, estava no povoado de Bate Pé, na zona rural, quando foi baleado e morreu.

De acordo com a polícia, no momento do ataque a Jorge, a irmã dele também foi baleada. A mulher ficou ferida no braço esquerdo, foi socorrida e sobreviveu.

Após os crimes, as delegacias de Homicídio (DH) e Especial de Atendimento a Mulher (DEAM) pediram a prisão preventiva do suspeito, que foi determinada pela Justiça, na última semana.

Além do homicídio e da tentativa de homicídio, Manoel também responde por descumprir a medida protetiva da ex-companheira, expedida após registros de violência doméstica contra a ex-companheira.

Crédito da foto :: Divulgação/Polícia Civil


Você e mais 133 mil pessoas estão recebendo esta matéria por sistema de Whatsapp. Se não quiser continuar recebendo mande solicitação de retirada do seu nome da listagem.

Biblioteca