MAL ACOSTUMADO Após ficar preso por apenas um mês, jovem cometeu o mesmo crime e fez reféns no Vale das Pedrinhas, em Salvador - Observador Independente

MAL ACOSTUMADO Após ficar preso por apenas um mês, jovem cometeu o mesmo crime e fez reféns no Vale das Pedrinhas, em Salvador

Compartilhar

Parece uma história triste de ficção, mas não é. Eric dos Santos Batista, 24, foi preso nesta quinta-feira (4) após fazer três pessoas reféns junto com outros cinco comparsas no Vale das Pedrinhas, em Salvador. Ele é o mesmo que, em dezembro de 2018, participou de um caso semelhante em um posto de saúde em Santa Cruz.

Ano passado, Eric foi preso, junto com outros criminosos, após fugir de policiais e fazer reféns em um posto de saúde da localidade. Ele foi solto depois de ficar apenas um mês no presídio, graças a uma ordem judicial, e voltou a cometer os mesmos crimes. 

Nesta quinta-feira (4), Eric, Wendel Matos de Almeida, 24, Rodrigo Santana Santos, 18, Paulo Roberto Nascimento dos Santos, 25, e dois adolescentes fugiram de uma abordagem das Rondas Especiais (Rondesp) Atlântico e se esconderam em um imóvel no final de linha do Vale das Pedrinhas. Eles fizeram reféns as moradoras da casa, mãe e duas filhas. 

Foram necessárias três horas de negociações com equipes da Rondesp Atlântico, 40ª CIPM (Nordeste de Amaralina) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) para que os criminosos se entregassem e liberassem as vítimas ilesas. Um helicóptero do Grupamento Aéreo (Graer) deu apoio à ação.

Os policiais apreenderam com os criminosos drogas, munições, carregadores e três pistolas, inclusive uma de uso da Polícia Rodoviária Federal. A suspeita é que a arma seja do policial Marcelo Caribé de Carvalho, que foi assassinado durante um assalto na Pituba em 2015.


Crédito da foto :: Alberto Maraux / Divulgação


Post Bottom Ad

VivaABahia