Ministro do STF determina retirada de matéria que implica Dias Toffoli - Observador Independente

Acontecendo

Post Top Ad

Bem-vindo. Hoje é

Post Top Ad

Mário

15 de abril de 2019

Ministro do STF determina retirada de matéria que implica Dias Toffoli


Decisão do ministro ocorreu dentro do inquérito que apura supostos ataques ao STF e a ministros da Corte.

***

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, determinou a remoção da reportagem divulgada pela Revista Crusoé e replicada no site O Antagonista entitulada “o Amigo do amigo do meu pai”, que faz referência ao presidente da Corte, Dias Toffoli. A decisão do ministro ocorreu dentro do inquérito que apura supostos ataques ao STF e a ministros da Corte.

A multa diária em caso de descumprimento da pena é de R$ 100 mil. Moraes também determinou que os responsáveis pelo site e revista prestem depoimento em 72 horas. De acordo com o portal jurídico JOTA, o ministro argumenta que a nota divulgada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) tornam falsas as afirmações da matéria.
Ministro Alexandre de Moraes determinou censura à imprensa

O MPF afirmou que “ao contrário do que afirma o site O Antagonista, a Procuradoria-Geral da República (PGR) não recebeu nem da Força-Tarefa Lava Jato no Paraná e nem do delegado que preside o inquérito 1365/2015 qualquer informação que teria sido entregue pelo colaborador Marcelo Odebrecht em que ele afirma que a descrição 'amigo do amigo de meu pai' refere-se ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.”

Segundo a reportagem, o empresário e delator Marcelo Odebrecht enviou à Polícia Federal, no âmbito de uma apuração da Lava Jato no Paraná, esclarecimentos sobre menções a tratativas lícitas e ilícitas encontradas em seus emails pelos investigadores. Uma das menções seria a do ministro do STF, que na época era ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), no governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Crédito da foto :: reprodução da internet / Ilustrativa

Você e mais 133 mil pessoas estão recebendo esta matéria por sistema de Whatsapp. Se não quiser continuar recebendo mande solicitação de retirada do seu nome da listagem.

Biblioteca