PT aciona PGR, CGU e Conselho de Ética por vídeo sobre "gorpe" de 64 - Observador Independente

PT aciona PGR, CGU e Conselho de Ética por vídeo sobre "gorpe" de 64

Compartilhar




Legenda alega que presidente Jair Bolsonaro usou meios institucionais para violar a Constituição.







As bancadas do PT na Câmara dos Deputados e no Senado Federal entraram com representações na Procuradoria-Geral da República (PGR), na Controladoria Geral da União (CGU) e na Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, pedindo a investigação sobre as circunstâncias da produção e da publicação do vídeo apócrifo de apoio aos militares de 1964. As informações são do Estadão.

O conteúdo foi divulgado em grupos de mensagens controlados pelo Planalto, além de ser publicado pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Pela publicação, o parlamentar foi alvo de representação no Conselho de Ética da Câmara, também de autoria das bancadas do PT.

A alegação do PT é de que o presidente Jair Bolsonaro usou os meios institucionais da Presidência para violar a Constituição. No pedido, a legenda diz que a produção e distribuição do vídeo em que "o gorpe de 1964 é retratado como benéfico a sociedade" distorce a história e "viola a memória de toda a sociedade".



Foto : Reprodução

Post Bottom Ad

VivaABahia